Periodicidade: Diária

11/26/2022

  • comercioenoticias

UM LAÇO AZUL PARA DESPERTAR CONSCIÊNCIAS NO CARTAXO


Com o objetivo de despertar consciências para a importância da prevenção dos Maus-Tratos na Infância, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Cartaxo associou-se à Campanha Nacional para Prevenção dos Maus-Tratos na Infância.

A campanha decorreu durante o mês de maio em todo o país, mas a CPCJ do Cartaxo iniciou o seu trabalho para a mobilização da comunidade, em abril. Durante dois meses, entidades públicas e privadas do concelho que atuam no setor do apoio social e educação, foram convidadas a criar e colocar um laço azul nos vários edifícios, bem como a iluminá-los com a cor azul.

Isabela Chagas, presidente da CPCJ do Cartaxo explicou que “a iniciativa da Comissão já se realiza há alguns anos, com o envolvimento cada vez mais significativo da comunidade”, pelo que, conclui, “este foi um ano ainda mais positivo, tivemos mais instituições envolvidas e as atividades desenvolvidas também foram em maior número”.

Para Isabela Chagas, o maior envolvimento de toda a comunidade, com especial destaque para a comunidade educativa e instituições de apoio social, é muito importante para que “os maus-tratos a crianças possam estar nas consciências de cada pessoa, ao longo de todo o ano. A CPCJ do Cartaxo está convicta que estar alerta de modo constante para este problema é um passo decisivo para a sua prevenção”.

Em abril e maio, os agrupamentos de escolas, IPSS e centros de estudo e de atividades de tempos livres foram convidados pela CPCJ do Cartaxo a criar atividades à volta do livro “Cuida bem de mim!”, edição da CPCJ, com o objetivo de partilhar com as crianças noções sobre os seus direitos que as ajudem a identificar gestos e atitudes agressivas ou negligentes por parte tanto de adultos como de outras crianças e que possam pôr em causa a sua autoestima, a sua capacidade de se relacionar com os outros e, nalguns casos, comprometer mesmo um futuro saudável e feliz. Foram ainda convidadas a elaborar laços azuis, em contexto de turma ou de família.

No caso das escolas básicas e jardins de infância e creches, a comunidade educativa foi desafiada a construir laços azuis gigantes, constituídos pelas próprias crianças.

Foram ainda dinamizadas sessões de prevenção de maus-tratos dirigidas aos alunos do 2º ciclo do Agrupamento de Escolas D. Sancho I de Pontével.


PUB.


O que é o movimento laço azul

O Movimento do Laço Azul teve origem em 1989, nos Estados Unidos da América, quando uma avó, depois de saber que os seus netos tinham sido vítimas de maus-tratos por parte dos pais, amarrou um laço azul à antena do seu carro, como forma de alertar para o combate aos maus-tratos na infância.

Desde então, o movimento tornou-se mundial e foi decisivo para o despertar da população em relação aos maus-tratos contra as crianças e à importância da prevenção, promoção e proteção dos seus direitos, como forma de apoiar as famílias e fortalecer as comunidades, nos esforços necessários para prevenir o abuso e a negligência infantil.

Podemos concluir que a adesão das entidades e comunidade do Cartaxo foi este ano muito positiva, tendo aumentado o número de atividades e de instituições envolvidas.


PUB.


20 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/5

press to zoom
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

onde comer

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
telefonesuteis.jpg

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
bannered.png
314012987_493269782858541_8091892627052110800_n.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg