©2020 por Comércio & Notícias

  • comercioenoticias

TORRES VEDRAS: APREENSÃO DE ANIMAIS POR SUSPEITA DE BRUCELOSE


Militares da GNR do Núcleo de Proteção Ambiental de Torres Vedras, no dia 6 de dezembro, apreenderam naquele concelho 11 animais das raças ovina e caprina por suspeita de brucelose.

No decurso de uma fiscalização a uma exploração pecuária, os militares apuraram que os animais não possuíam qualquer tipo de identificação, nem a declaração de existência atualizada. No seguimento das diligências, foi ainda identificada nos animais a doença de brucelose, através do teste sorológico oficial de pesquisa desta doença.

Desta operação resultou a apreensão de 11 animais e o sequestro sanitário da exploração pecuária, ou seja, a aceitação do cumprimento de determinadas medidas sanitárias.

Foi identificado um homem com 55 anos, e elaborado dois autos de contraordenação por não existir declaração de existência atualizada e não identificação dos animais, punível com coima até 3.740 euros.

Esta ação contou com a colaboração da Direção-Geral de Alimentação Veterinária.

A GNR alerta que os animais infetados com esta doença, podem-na transmitir aos seres humanos através do contacto da pele, sangue ou urina, por exemplo, e/ou pela ingestão de leite cru e os seus derivados, tratando-se, assim, de uma situação que pode pôr em causa a saúde pública.

64 visualizações

1/8

1/7

1/4

1/7

1/6

onde comer

1/9

Periodicidade: Diária

30-03-2020

Banner Riomagic.jpg