• comercioenoticias

SONAE DA AZAMBUJA TEM 175 TRABALHADORES INFETADOS COM COVID-19


A Sonae da Azambuja emitiu esta quinta-feira, 28 de maio, um comunicado onde esclarece que terminaram ontem as testagens aos 833 funcionários do entreposto da empresa, tendo 175 testado positivo ao vírus. “A maioria das pessoas infetadas são assintomáticas ou tem sintomas ligeiros da doença e estão todos em isolamento domiciliário”, refere ainda esta empresa localizada na zona industrial Azambuja / Vila Nova da Rainha.

A Sonae refere que “assim que teve conhecimento do primeiro colaborador infetado todos os outros começaram a ser testados, visto a prioridade da empresa ser a segurança de todos". A Sonae garante ainda ter assumido todos os custos desta testagem em massa.

Na nota, a Sonae afirma ter procedido à testagem de diversos pontos de contacto do entreposto, por forma a identificar e despistar potenciais focos de contágio – maçanetas de portas, materiais diversos, balneários, áreas sociais, etc. "Todos os testes laboratoriais realizados comprovaram a não existência de qualquer foco de Coronavírus nestas instalações", pode ler-se. "Assim, e tal como a DGS já atestou por várias vezes em visitas ao local, reiteramos que o Centro de Distribuição da Azambuja, não é neste momento uma zona de risco, não é um foco de infeção e não é um foco de contágios", pode ler-se no comunicado.


PUB.


Nesta nota informativa vem ainda sublinhado que “a Sonae investiu mais de 20 milhões de euros em cerca de 80 medidas de prevenção para proteger os 800 colaboradores do entreposto. Algumas das medidas impostas pela Sonae foi o reforço do serviço de autocarros próprios, de modo a garantir um maior distanciamento social entre os colaboradores e também um reforço da higienização na empresa. Foi também implementado um programa de sensibilização sobre a covid-19, de modo a esclarecer as dúvidas dos funcionários e garantir que estes seguem as normas da DGS e todos os trabalhadores da empresa cuja função é possível estão a trabalhar a partir de casa”.

A concluir o comunicado a empresa salienta que “os horários dos turnos foram desfasados para evitar concentrações de colaboradores nas entradas e saídas, a temperatura dos funcionários está a ser testada antes de darem entrada na empresa e foram disponibilizadas luvas e máscaras para todos os colaboradores. Também os funcionários da empresa que façam parte de grupos de risco (> 60 anos; grávidas, portadores de doenças crónicas e imunodeprimidos) ficam em casa preventivamente”.


PUB.


147 visualizações

1/9

1/10

1/6

1/8

onde comer

1/5

Periodicidade: Diária

10/1/2020

coronavirus.jpg
bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias