• comercioenoticias

RIOMAIORENSE TOMÁS FRAZÃO SAGROU-SE CAMPEÃO NACIONAL JÚNIOR DE BTT XCO


Nos passados dias 26 e 27 de junho o Parque do Convento, no Fundão, em plena Serra da Gardunha, recebeu os Campeonatos Nacionais de BTT XCO, prova organizada pelo Município do Fundão, BTTGardunha – Clube de Ciclismo, Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) e Union Cycliste Internationale (UCI), tendo-se disputado em conformidade com os regulamentos da UCI e da UVP/FPC.

A prova XCO Fundão foi composta por categorias para todas as idades e ambos os sexos (Cadetes, Juniores, Sub-23, Elites e Masters), tendo em juniores masculinos a vitória sorrido a Tomás Frazão, jovem de 18 anos, residente na vila de Alcobertas, concelho de Rio Maior.

Tomás Frazão iniciou a sua carreira em 2015, com apenas 12 anos de idade, na equipa RÓÓDINHAS/ Santos Silva, numa competição do regional na Moçarria. O jovem atleta contou ao Comércio & Notícia que nessa prova chegou ao fim em 1.º lugar sem se aperceber que tinha ganho, “fiquei muito feliz porque nunca tinha feito uma corrida de BTT com os miúdos da minha idade”, relatou o atleta de Alcobertas, que acrescentou: “Feliz e motivado, continuei esta minha carreira desportiva com vitórias e derrotas, com alguns empenos, mas sempre de sorriso na cara”.


PUB.


No início da corrente época 2021 o bttista Tomás Frazão ingressou na equipa Guilhabreu BTT e diz sentir-se bastante satisfeito com a mudança, “aproveito para agradecer imenso toda a ajuda e apoio que depositam nos atletas, o que é fantástico e notório”, salienta.

Voltando ao Campeonato Nacional de XCO, Tomás Frazão diz ter-se preparado bastante para a prova: “Tenho vindo neste meu percurso a evoluir favoravelmente para chegar aqui e estar a 100% quer fisicamente quer psicologicamente, o que para mim correu muito bem”, contou ao Comércio & Notícias. “Estava um pouco nervoso, porque é uma prova em que se decide quem irá utilizar a bandeira do nosso país ao peito, quer nas corridas em Portugal quer no estrangeiro”, acrescentou Tomás Frazão.

Continuando a descrever aquele dia histórico o jovem de Alcobertas salientou que “se posicionou bem desde o apito inicial, mas acabou por cometer um erro no início da segunda volta, o qual o prejudicou um pouco”. Tomás Frazão salienta que valeu a “força e garra para conseguir voltar a chegar à liderança”. O bttista diz ainda que “foi maravilhoso chegar ao fim de braços no ar a celebrar com toda a força que restava”.

“Fiquei muito feliz, porque é um sonho tornado realidade e só me resta agradecer a todas as pessoas que tiveram sempre comigo até à data. À minha família, ao meu treinador, à minha equipa Guilhabreu BTT, aos meus patrocinadores e aos meus amigos e namorada! Sem esquecer todo o público que incansavelmente puxou por mim e me apoiou dentro ou fora da pista”, destacou Tomás Frazão que deixou ainda os parabéns aos seus colegas que alcançaram também o título de campeões nacionais a nível coletivo.



PUB.


402 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom
Bicharada - Site
Bicharada - Site

press to zoom

press to zoom
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom
1/9
Extreme Peste - Site
Extreme Peste - Site

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Extreme Peste - Site
Extreme Peste - Site

press to zoom
1/7

onde comer

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
telefonesuteis.jpg

Periodicidade: Diária

9/23/2021

coronavirus.jpg
bannered.png
NOVO SANTA CASA - COVID.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg