Periodicidade: Diária

10/5/2022

  • comercioenoticias

RIO MAIOR: INCÊNDIO NO LAR DA AZINHEIRA OBRIGA À RETIRADA DOS UTENTES


Um incêndio na Unidade de Cuidados Continuados – Solar da Azinheira, na localidade de Azinheira, freguesia e concelho de Rio Maior, obrigou à intervenção de 28 bombeiros das corporações de Rio Maior, Alcanede, Alcoentre, Caldas da Rainha, Pernes e Santarém, os quais contaram com o auxílio de 12 viaturas.

O alerta para este incêndio foi dado à 01h19 da madrugada desta segunda-feira, 6 de dezembro, pelas funcionárias do Lar, supondo-se que poderá ter sido originado por um curto-circuito numa Árvore de Natal instalada no hall de entrada da instituição.

Segundo Luís Coelho, 2.º Comandante dos Bombeiros Voluntários de Rio Maior, “os bombeiros ao chegarem ao local não conseguiram visualizar de imediato a ocorrência de incêndio, mas a instalação ao nível do primeiro andar encontrava-se já bastante enfumada”.

A mesma fonte revelou que foi de imediato iniciado o processo de evacuação em colaboração com as funcionárias do lar e solicitado o reforço de meios, em articulação direta com o CDOS de Santarém e com o INEN.


PUB.


De realçar que a evacuação dos utentes para o exterior do edifício contou com o auxílio do Presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Filipe Santana Dias, responsável máximo da Proteção Civil e Municipal, e dos três militares da GNR de Rio Maior envolvidos nesta ocorrência.

“O processo de evacuação decorreu tão célere quantos possível, com algumas dificuldades que fomos encontrando. Estamos a falar de uma unidade que tem 44 utentes e que tem a esta hora quatro colaboradores ao serviço”, revelou Luís Coelho ao Comércio & Notícias, acrescentando que “trinta destes utentes são acamados, sem meios de locomoção própria”.

O 2.º Comandante dos Bombeiros Voluntários de Rio Maior realçou ainda que “todos os utentes foram retirados para o exterior do edifício, uma vez que não havia condições no imediato para os colocar em qualquer zona do edifício apesar da sua grande dimensão”, destacando que “foram salvaguardadas as melhores condições possíveis aos utentes”.

A finalizar, Luís Coelho revelou que “o combate ao incêndio foi relativamente célere e sem grandes dificuldades, tendo posteriormente se procedido ao rescaldo”. Às 04h15 decorria o processo de reposição da normalidade dentro do possível, tendo a ala esquerda do edifício ficado mais enfumada e sem capacidade para albergar utentes.

Sete dos 44 utentes do Solar da Azinheira foram transferidos para o Lar Nossa Senhora da Conceição, em Turquel, no concelho de Alcobaça, espaço pertencente à mesma proprietária.

Após um briefing efetuado com todas as forças envolvidas nesta ocorrência foi decido que os restantes 37 utentes permaneceriam neste Lar, sendo realojados na ala direita, a qual não sofreu quaisquer danos.

De salientar que não foi preciso prestar qualquer tipo de assistência pré-hospitalar a nenhum dos utentes, nem funcionários.


PUB.


3.959 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/10

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/5

press to zoom
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

onde comer

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/11
telefonesuteis.jpg
bannered.png
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg