• comercioenoticias

RECUPERAÇÃO DA ÁREA DEGRADADA NO VALE DE BARCO - ALCOBERTAS

O Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, IP e a Junta de Freguesia de Alcobertas, em colaboração com o Município de Rio Maior estão a organizar um evento comemorativo do Dia da Floresta Autóctone (23 de novembro), a realizar no local denominado Vale de Barco, situado na Freguesia de Alcobertas, concelho de Rio Maior, nos dias 18 e 23 de novembro.

Trata-se de uma ação de florestação de árvores autóctones, enquadrada num projeto de reabilitação de uma zona de antiga pedreira do Parque Natural das Serras de Aire E Candeeiros (PNSAC), que se localiza no Vale de Barco, um sítio de elevado interesse geológico do PNSAC.

No dia 18 de novembro, será realizada uma ação com o Agrupamento de Escolas de Marinhas do Sal de Rio Maior, incluindo os alunos da escola de Alcobertas.

No dia 23 de novembro será realizada uma ação com associações de escuteiros da região.

O Geossítio do Espelho de Falha do Vale de Barco

Trata-se de uma pedreira inativa onde se explorou calcite que preencheu uma espessa caixa de falha que integra o acidente tectónico de Rio Maior – Porto de Mós. Este acidente corta o anticlinal da serra dos Candeeiros, constituindo o seu limite oriental e pondo em contacto as rochas calcárias do Jurássico Médio (a oeste) com as do Jurássico Superior (a este).

Observam-se extensos planos de falha orientados NNE-SSW e fortemente inclinados para oriente. Estão marcados por estrias que, por vezes, são de grandes dimensões e que testemunham uma movimentação em várias fases, mas, sobretudo, em desligamento esquerdo com forte componente normal.




825 visualizações

1/9

1/10

1/4

1/7

1/7

onde comer

1/10

Periodicidade: Diária

6/7/2020

bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias