• comercioenoticias

PS RIO MAIOR APRESENTA PAULO LIBERATO COMO CANDIDATO A SÃO JOÃO DA RIBEIRA E RIBEIRA SÃO JOÃO


Paulo Jorge Liberato, de 31 anos de idade, é o candidato apresentado pela Comissão Política do Partido Socialista de Rio Maior à presidência da União de Freguesias de São João da Ribeira e Ribeira de São João, nas próximas eleições autárquicas.

O candidato é técnico administrativo em contabilidade na indústria alimentar, encontrando-se a finalizar a licenciatura em gestão das organizações desportivas na Escola Superior de Desporto de Rio Maior.

Paulo Liberato salienta que se candidata a Presidente da União de Freguesias de São João da Ribeira e Ribeira de São João “porque quero e posso ajudar ao desenvolvimento das nossas terras, da nossa União.”

O candidato socialista adianta ainda que “após vários anos ligado ao Associativismo, quer na União de Freguesias quer em órgãos estudantis, penso que é o momento de dar este passo e colocar-me à disposição das populações das nossas terras e ajudar a que a qualidade de vida dos nossos habitantes seja cada vez melhor”.


PUB.


Segundo a Comissão Política do PS Rio Maior “a equipa de excelência que o acompanha está determinada em aumentar e melhorar o apoio social na União de Freguesias. A fixação de jovens nas suas terras de origem, bem como a captação de outros jovens para a União de Freguesias, para São João da Ribeira e Ribeira de São João é essencial para o candidato e para a sua equipa”.

O PS Rio Maior entende ainda que “as melhorias, o embelezamento dos espaços públicos da nossa União de Freguesias é determinante para a evolução da mesma, bem como a promoção dos seus monumentos históricos, da sua cultura, dos saberes das suas gentes … é obrigatória para que São João da Ribeira e Ribeira de São João tenham a importância que merecem no concelho e no distrito”.

A finalizar, o partido diz ainda: “O futuro, as gentes de São João da Ribeira e Ribeira de São João podem esperar do candidato e da sua equipa empenho, determinação e dedicação em prol do desenvolvimento, do progresso e da evolução da União de Freguesias no seu todo”.

Paulo Liberato conclui com um apelo: “Todos somos poucos para lutarmos pela melhoria da qualidade de vida dos nossos”.


PUB.


389 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8