Periodicidade: Diária

12/2/2022

  • comercioenoticias

PROTEJO ALERTA PARA A NECESSIDADE DE UM TEJO “LIVRE E VIVO”


O proTEJO – Movimento pelo Tejo, alertou para a necessidade de um rio Tejo “livre e vivo”, num encontro em Vila Nova da Barquinha a propósito do Dia Mundial da Migração dos Peixes, numa sessão que abordou também as espécies existentes nos rios, autóctones e invasoras, e os perigos que estas enfrentam e/ou representam. “Por um Tejo Livre – Educação Ambiental sobre Peixes de Água Doce”, foi o mote da atividade realizada no dia 21 de maio e que juntou estudiosos sobre a temática, alunos ou simples curiosos ou interessados.

Foi a Escola Ciência Viva de Vila Nova da Barquinha a responsável por acolher esta iniciativa que contou com a presença de mais de 30 pessoas, sendo a grande maioria composta por jovens do ensino secundário, tendo Paulo Constantino, porta-voz do movimento proTEJO, agradecido desde logo a presença em larga escala destas camadas mais jovens que importa “sensibilizar para estas questões”, disse.

As ações a assinalar o Dia Mundial da Migração dos Peixes estenderam-se por 76 países, com 456 eventos a serem realizados por todo o mundo, mas foi em território barquinhense e pela segunda vez, que o movimento proTEJO assinalou a data.

A ação pretendeu fazer “passar uma mensagem da necessidade de termos um Tejo livre e vivo, que efetivamente tenha água com qualidade e quantidade, de forma a podermos ter toda a biodiversidade, além das espécies piscícolas, e que seja livre de forma a permitir a migração das espécies”, destacou.

“E esta iniciativa por um Tejo livre tem o objetivo de também alertar para o facto de existir neste momento um projeto de mais quatro açudes e mais duas barragens no rio Tejo, de Abrantes até Lisboa, de 20 em 20 km, nos últimos 120 km de rio Tejo livre, que irá pôr em causa a migração das espécies (…) e portanto é para isto que queremos alertar, para a necessidade de não haver fragmentação de habitats para que todas as espécies, desde insetos, a peixes, aves, todas possam florescer e possamos ter habitats reforçados, possamos ter mais diversidade, porque nós próprios humanos estamos integrados nessa biodiversidade, e essa biodiversidade é essencial até para mitigar as alterações climáticas e para assegurar a nossa própria sobrevivência”, disse ainda o porta voz do movimento.


PUB.


Por sua vez, Paula Pontes (PS), vereadora da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, reforçou a importância da celebração deste dia para a “consciencialização das camadas mais jovens”, adiantando que, “entretanto”, vão ser realizadas outras ações para a estender a outros alunos, tendo em conta que o que se pretende é que “as camadas jovens estejam despertas para esta realidade que irá prejudicar o nosso futuro no rio Tejo”, disse a autarca.

A docente universitária e investigadora Filomena Magalhães abordou depois a questão da conservação dos peixes dos rios, apresentando o “Livro Vermelho dos Peixes de Água Doce e Migradores”, projeto do qual é coordenadora, e que pretende “contribuir para a avaliação do estado de conservação das espécies de peixes dulçaquícolas e diádromos que constam da Diretiva Habitats”.

Já João Gago, igualmente investigador e professor universitário, alertou para a problemática dos rios relacionada com a invasão de espécies exóticas nas águas, e de como os peixes invasores ameaçam os peixes migradores, chamando a atenção para o siluro, um “grande problema” no rio Tejo, uma vez que é bastante prejudicial para as espécies endémicas deste rio.

Arlindo Marques, ambientalista conhecido pela sua luta pelo rio Tejo, sendo inclusivamente conhecido como o “guardião do Tejo”, esteve também presente na sessão, pelo que o seu conhecimento empírico do rio ajudou a enriquecer o debate.

A estas apresentações seguiu-se um momento prático de demonstração de pesca científica (pesca elétrica), mostrando-se como se procede para a identificação, medição, pesagem, caracterização ambiental e recolha de tecidos de peixe.


PUB.



23 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/5

press to zoom
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

onde comer

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
telefonesuteis.jpg

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
bannered.png
314012987_493269782858541_8091892627052110800_n.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg