• comercioenoticias

PROJETO BEMORE ORGANIZA SEMINÁRIO ONLINE SOBRE REFERENCIAL DE FORMAÇÃO PARA TÉCNICOS DE JUVENTUDE


O projeto BEMORE-Education through Art, coordenado pelo Município de Azambuja, vai realizar um seminário online de apresentação do referencial de formação de técnicos para animação de juventude na área da educação pela arte. A iniciativa decorrerá amanhã, dia 30 de junho, a partir das 14h30, na plataforma digital Zoom.

Recorde-se que o BEMORE é um projeto de parceria internacional entre os municípios de Azambuja (Portugal), de Villa de Moya (Espanha) e Castel Bolognese (Itália) e é cofinanciado pela União Europeia através do programa “Erasmus+ / Juventude em Ação”. Após os constrangimentos da pandemia Covid-19, que forçou a suspensão das atividades, o Bemore está, assim, de regresso, com a consolidação do conceito de formação dos técnicos.

É de salientar que este referencial de formação de técnicos de juventude está devidamente certificado pelo Ministério da Educação de Portugal. Dos respetivos conteúdos, sempre ministrados por formadores especializados nas diferentes áreas, destaque para a abordagem de temas como a Educação não formal, o combate à discriminação e a promoção da inclusão social, o trabalho com e para jovens como o lazer, a sociabilidade e as dinâmicas de grupo, bem como o coaching e a liderança de equipas. Numa vertente mais prática, são exploradas as áreas artísticas propostas pelo projeto para as atividades com os jovens, música e dança, teatro e cinema, artes plásticas e fotografia.


PUB.


A elaboração deste referencial de formação pretende dar resposta às necessidades dos técnicos de juventude que se prendem com a crescente diversidade de contextos, saberes e práticas inerentes à própria atividade e à realidade multifacetada do trabalho com jovens. Revela-se necessário identificar estratégias de atuação comum no âmbito da educação não formal e preparar os técnicos para intervirem na conceção, organização, desenvolvimento e avaliação de projetos, programas e atividades com e para jovens, mediante metodologias do domínio da educação não-formal, facilitando e promovendo a cidadania, a participação, a autonomia, a inclusão e o desenvolvimento pessoal, social e cultural.

De referir que este plano de formação já foi testado, numa ação com duas dezenas de participantes, entre os quais os técnicos de Azambuja, de Villa de Moya (Espanha) e de Castel Bolognese (Itália) que têm acompanhado os jovens destes três municípios nas atividades transnacionais. Receberam, ainda, esta formação, vários técnicos da Câmara Municipal de Azambuja e diversos Auxiliares de Ação Educativa dos três agrupamentos de escolas do concelho que trabalham com jovens azambujenses.


PUB.


22 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom
Bicharada - Site
Bicharada - Site

press to zoom

press to zoom
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom
1/9
Extreme Peste - Site
Extreme Peste - Site

press to zoom

press to zoom

press to zoom
Extreme Peste - Site
Extreme Peste - Site

press to zoom
1/7

onde comer

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
telefonesuteis.jpg

Periodicidade: Diária

9/23/2021

coronavirus.jpg
bannered.png
NOVO SANTA CASA - COVID.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg