• comercioenoticias

“PRAÇA DA FRUTA” REABRIU TEMPORARIAMENTE NA EXPOESTE COM RIGOROSAS REGRAS SANITÁRIAS


Neste primeiro dia, e com um número condicionado de pessoas ao mesmo tempo dentro do pavilhão, passaram por lá na manhã desta sexta-feira, 17 de abril, cerca de 500 compradores. Um número que revela bem a importância deste mercado para a população caldense.

A Praça estava suspensa desde 16 de março e a partir de hoje irá funcionar nos mesmos moldes que sempre conhecemos, ou seja, estará aberta todos os dias da semana, entre as 08h00 e as 15h30, mas com rigorosas regras sanitárias e de proteção para que esteja garantida a segurança de quem compra e quem vende.

À entrada, um funcionário do mercado indica uma espécie de “tapete de desinfeção” para os sapatos por onde têm de passar todos os clientes ou quem quer que se desloque da rua para o interior do pavilhão.

Poucos metros à frente, outro funcionário, munido de spray desinfetante, vaporiza as mãos de quem entra e disponibiliza uma máscara a quem não traga o seu próprio equipamento de proteção individual.

Mas é recomendável que o faça pois no interior todos devem estar de máscara.

Os vendedores têm um kit de proteção composto por máscara, luvas e gel.

PUB.


Em média estarão presentes diariamente entre 40 a 70 vendedores. As bancas serão as mesmas, mas com dois metros de distância entre elas.

Os corredores, com seis metros de largura, asseguram uma circulação desafogada e segura.

Num contexto de múltiplos condicionamentos, a Câmara investiu trinta mil euros na preparação desta solução com o objetivo de manter o mercado vivo, apoiando produtores e vendedores locais a escoar os seus produtos, bem como garantir o acesso dos caldenses às frutas, legumes e outros alimentos que ali são comercializados.


PUB.


223 visualizações

1/9

1/10

1/7

1/8

1/9

onde comer

1/5

Periodicidade: Diária

9/20/2020

coronavirus.jpg
bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias