Periodicidade: Diária

11/26/2022

  • comercioenoticias

PJ DETÉM TRÊS HOMENS PELA PRÁTICA DE DEZENAS DE CRIMES DE INCÊNDIO FLORESTAL


A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, na sequência do desenvolvimento de três investigações cujo objeto incide sobre a ocorrência de dezenas de incêndios nos concelhos de Alenquer, Arruda dos Vinhos e Santarém, procedeu, após recolha de vasto acervo probatório, à identificação, localização e detenção fora de flagrante delito de três homens, de nacionalidade portuguesa, por existirem contra eles fortes indícios da prática de múltiplos crimes de incêndio florestal, ocorridos em diversas localidades dos concelhos de Alenquer, Arruda dos Vinhos e Santarém.

Na primeira investigação, um homem com 27 anos de idade, encontra-se indiciado pela prática de dezenas de incêndios, no concelho de Arruda dos Vinhos, cometidos, pelo menos, desde o ano de 2017.

O suspeito apresenta antecedentes relacionados com a prática de crimes da mesma natureza, tendo sido já detido no passado mês de outubro de 2021, no âmbito de outra investigação por factos de natureza semelhante, tendo-lhe sido aplicada medida de coação não privativa de liberdade.

A detenção fora de flagrante delito agora executada veio a ocorrer por existirem suspeitas da prática de mais seis incêndios florestais, naquele mesmo concelho.


PUB.


Numa outra investigação a crimes da mesma natureza, foi detido um homem com 49 anos de idade, indiciado pelo cometimento de quatro crimes de incêndio florestal, ocorridos sensivelmente no mesmo local, em 2020, 2021 e 2022, próximo da residência do arguido, em Vila Verde dos Francos, Alenquer.

Por fim, no âmbito de investigação em curso à ocorrência de seis crimes de incêndio florestal, em Abrã, no concelho de Santarém, foi detido fora de flagrante delito um homem, com 54 anos de idade, indiciado pela prática daqueles ilícitos criminais.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial, no Tribunal de Instrução Criminal de Santarém, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.


PUB.


176 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/5

press to zoom
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

onde comer

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
telefonesuteis.jpg

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
bannered.png
314012987_493269782858541_8091892627052110800_n.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg