• comercioenoticias

OLITREM DOA EQUIPAMENTOS DE REFRIGERAÇÃO PARA CONSERVAR TESTES À COVID-19


A Olitrem S.A., empresa líder no segmento da refrigeração, sediada em Tremês, no concelho de Santarém, acaba de doar ao Sistema Nacional de Saúde, na entidade do Ministério da Saúde, mais de uma dezena de equipamentos de refrigeração e congelação, das mais variadas dimensões, que serão cruciais tanto para a conservação de testes realizados à Covid-19 como para a de fármacos que ajudarão no tratamento dos sintomas provados pelo vírus.

Estes equipamentos fazem parte da linha Marecos MedPharma, desenvolvida pela empresa para dar resposta às necessidades dos vários clientes que possuem neste setor.

“Este é um combate de todos e, como tal, não poderíamos ficar na retaguarda. Com a compra de milhares de testes por parte Governo, e com a consequente testagem a que milhares de portugueses serão submetidos, antecipámos que poderia existir um défice de capacidade de conservação e devido armazenamento deste material tão sensível por parte das autoridades competentes. Apressámo-nos a entrar em contacto, a perceber quais as necessidades e, tendo por base também a nossa experiência de muitos anos a trabalhar com o setor da saúde, rapidamente chegámos a um entendimento”, explica Edite Ferreira, Administradora da Olitrem.


PUB.


Esta iniciativa enquadra-se na forte e contínua política de responsabilidade social levada a cabo pela Olitrem, desenvolvendo com regularidade ações solidárias de relevo não apenas para os colaboradores da empresa como para a comunidade na qual está inserida.

“A consciência social da nossa empresa é reflexo da importância que damos às pessoas, quer sejam colaboradores, clientes, parceiros ou a sociedade em geral. Sempre apostámos em tentar melhorar a vida de todos os que nos rodeiam e esta iniciativa surge exatamente na lógica deste princípio orientador. Reconvertemos a nossa produção para a dedicarmos quase na totalidade à linha que temos direcionada à área da saúde, porque sentimos que poderíamos vir a ser úteis, não só em Portugal como no estrangeiro, e confirma-se. Esta foi a primeira ação doação deste género, mas em breve, se tudo correr bem, teremos a possibilidade de ajudar outras entidades envolvidas no combate a este flagelo”, conclui Edite Ferreira.


PUB.


425 visualizações

1/9

1/10

1/4

1/7

1/7

onde comer

1/10

Periodicidade: Diária

6/5/2020

bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias