©2020 por Comércio & Notícias

  • comercioenoticias

NOVO INTERFACE RODOVIÁRIO DA NAZARÉ DÁ OS PRIMEIROS PASSOS


A Nazaré vai construir um novo Interface de Transportes Públicos. O projeto de execução (arquitetura e especialidades), desenvolvido a partir da identificação das necessidades e do reconhecimento do local de intervenção, bem como das premissas e objetivos do município, foi aprovado por unanimidade em reunião de Câmara.

“A candidatura a financiamentos foi apresentada, estando em processo de avaliação”, explica o presidente de Câmara da Nazaré, Walter Chicharro, acrescentando que se deu “o primeiro passo, que incorpora as alterações e loteamento” com a aprovação do projeto, que “cumpre um desígnio há muito necessário à terra” e “um objetivo continuamente perseguido durante os últimos anos para que se possam dar condições adequadas aos que chegam por via rodoviária à Nazaré”.

Com uma estimativa orçamental de 994.089,92 euros (IVA incluído) e uma comparticipação de fundos europeus estimada em 844.976,43 euros, este projeto integra o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano da Nazaré, no âmbito da promoção de estratégias de baixo teor de carbono.

Projetado para um terreno municipal na Avenida do Município, junto à Biblioteca Municipal, próximo do centro e da praia, terá como função fazer o Interface entre as carreiras urbanas e de acesso às povoações vizinhas e as carreiras nacionais da rede de expressos, a futura ciclovia da Avenida do Município, e a mobilidade pedonal aos principais equipamento e serviços do concelho.

Prevê, também, a instalação de um posto de bicicletas elétricas, funcionando como um hub de mobilidade.

A localização apresenta-se próxima do centro da vila e da praia, o que permite e promove uma boa utilização pela população, vindo este equipamento substituir o equipamento existente, provisório por longos anos, sem as condições dignas e necessárias para a prestação de bons serviços às populações, residentes e turísticas.

Este equipamento, contribuirá para a melhoria da rede de Interface e redução do tempo de transporte por maior operacionalização logística, que hoje em dia é caótica, atendendo às condições atuais operacionais e à crescente procura deste concelho como destino turístico.

Dotado das condições de conforto e de trabalho necessárias, pretende-se que o futuro equipamento acompanhe os novos tempos e dê a réplica adequada aos desafios que nos são colocados enquanto habitantes das vilas.

Esta operação responderá de forma qualificada e integrada às necessidades atuais e futuras da população abrangida, pela melhoria da oferta existente, promovendo o desenvolvimento sustentável, o reforço da acessibilidade, a equidade e a coesão social, atendendo à realidade demográfica e dinâmicas económicas.

São ainda objetivos da operação contribuir para o alcance das metas de realização e resultados do Centro 2020, através dos indicadores de realização e resultado expressos na candidatura a fundos comunitários.

94 visualizações

1/8

1/7

1/4

1/7

1/6

onde comer

1/9
bannered.png

Periodicidade: Diária

08-04-2020

Banner Riomagic.jpg