• comercioenoticias

NO CARTAXO A FESTA DO VINHO & PÃO ESTE ANO É DIGITAL


Pedro Magalhães Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, explicou que a Festa é um dos eventos públicos de maior relevância naquele concelho, “quer pelo que simboliza como ponto de encontro entre as gentes de todas as freguesias, quer pela importância que tem como espaço de apresentação do trabalho dos produtores de vinho, das casas agrícolas e dos promotores turísticos que atuam no nosso território”.

A Festa do Vinho do Cartaxo que pelo quarto ano consecutivo associaria o vinho a um outro produto, “como estratégia de alargar o espaço dado ao nosso tecido empresarial, comercial e produtivo”, não se pôde realizar, mas “todos os que tinham presença confirmada na edição deste ano, foram convidados a estar presentes nesta Festa digital, para apresentarem os seus produtos e os seus serviços”.

Sem pretensão de replicar a Festa do Vinho & Pão, porque “os tempos difíceis e as dificuldades que as empresas e o comércio, as famílias e as instituições, os pequenos produtores e as casas agrícolas, os artesãos e os que prestam serviços estão a enfrentar, são enormes”, o autarca afirmou que “investir valores que já estão a ser necessários quer para ajudar a proteger a comunidade – os que prestam cuidados de saúde, os que zelam pelos idosos –, quer para apoiar a economia local, nunca foi, para a Câmara Municipal, uma opção.”

O programa apresentado resulta da “disponibilidade solidária de quem aceitou o desafio de produzir conteúdos para que a sua participação permitisse criar o espaço necessário para que empresas, produtores e serviços, pudessem apresentar o seu trabalho em mais uma plataforma digital”.

“Vai ser uma Festa do Vinho para brindar à esperança, à certeza absoluta de que vamos voltar a receber muita gente, com alegria e que a Festa do Vinho do Cartaxo vai voltar a celebrar a nossa terra, o nosso vinho, a nossa gente”, afirmou o autarca.

A Festa do Vinho & Pão vai decorrer de quinta-feira a sábado – 21, 22 e 23 de maio – na página de Facebook do certame, dando destaque à gastronomia, aos vinhos e à cultura do concelho e do Ribatejo.

Com início no feriado municipal, Quinta-Feira da Ascensão, a Festa vai arrancar no dia 21 de maio com a celebração da tradição do Dia da Espiga, recordada pela Dra. Zelinda Pêgo, numa recriação dos tempos vividos com a família e os amigos, quando se enfeitavam as carroças e se fazia dos campos, mesa para piqueniques. Esta recriação estará no Facebook às 16h00; às 19h00, Marta Simões de Na Caverna da Marta e Ricardo Santos, enólogo da Quinta dos Filipes, vão abrir os diretos, com um showcooking e harmonização que permitirá ao público interagir através da plataforma Zoom; às 21h30, será o Fandango a ganhar destaque, com a Conferência Conversas sobre o Fandango, também na plataforma Zoom e em direto para a página de Facebook, esta conferência será precedida do vídeo gravado na última Feira de Todos os Santos que integra a candidatura dos Fandangos Ribatejanos, a Património Imaterial da Humanidade.

O dia 22 de maio, sexta-feira, vai abrir às 12h00, com uma proposta de gastronomia regional para preparar mesmo à hora de almoço, oferecida pela Associação Filarmónica União Lapense – Bacalhau com Magusto –, às 15h00, o Seminário de Marketing Digital – Comércio Online no Mundo dos Vinhos e às 18h00, os vinhos chegarão pela prova comentada da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) – 6X6 que semanalmente, sextas às seis, convida

enólogos para apresentarem seis vinhos, a prova também decorre na plataforma Zoom e em direto no Facebook; às 19h30, será a Chef Madalena Dias quem vai revelar todos os segredos para preparar uma Bochecha de Bacalhau e Pão Frito, mas também para descobrir o Pão de Vinho com Saltinto; a encerrar a sexta-feira, três ranchos folclóricos do concelho vão oferecer Apontamentos e Fandango à Festa.

O sábado, dia 23 de maio, volta a abrir à hora de almoço, novamente às 12h00, para a casa do Povo da Ereira explicar bem explicadinho, como se prepara um Cabrito no Forno e como se não chegasse esta iguaria, ainda vai preparar uns pratinhos de Arroz Doce com cheirinho a canela; a plataforma Zoom volta a receber uma Prova Comentada de Vinhos às 18h00, desta vez para receber três vinhos e quatro enólogos – a enóloga Helena Mira vai moderar a prova que conta com a presença de Pedro Gil, enólogo da Adega do Cartaxo, Alice Simões, enóloga da casa agrícola Dois Carvalhos e Verónica Pereira, enóloga da Sociedade Agrícola Casal do Conde; logo de seguida, às 19h00, a Chef Madalena Dias, da Cook2Wine e Hernâni Magalhães, enólogo dos Vinhos Franco, vão estar na plataforma Zoom com um showcooking e uma harmonização que não pode perder – Toiro Saltinto e Joana da Cana Reserva, são as propostas da Chef e do enólogo; às 21h30, não serão horas de encerrar a Festa, serão horas de começar a Festa, desta vez, a festa do Fado – para que possamos matar saudades das noites de fado, o Museu Rural e do Vinho fez-se palco para as vozes de Filipa Maltieiro Rodrigues, Vasco De Sousa Casimiro, Hugo Faustino e para a guitarra portuguesa de Nuno Ezequiel e para a viola de Alexandre Silva.


PUB.


A Câmara Municipal do Cartaxo convidou todas as empresas, produtores de vinho, casas agrícolas, padarias, artesãos e promotores turísticos, parceiros que habitualmente ocupavam o espaço de showcooking e provas de vinho comentadas e as associações que deveriam estar nas tasquinhas regionais, a ocupar espaço nesta Festa do Vinho & Pão para mostrarem o seu trabalho, os seus produtos e os seus serviços.

Assim, a todos foi aberta esta “porta digital” – para além dos momentos que estarão em direto, abertos à interação na plataforma Zoom, ou que foram previamente gravados e serão publicados em estreia na página do Facebook, a Festa do Vinho & Pão vai contar com mais de cinquenta dezenas de parceiros que se associaram à iniciativa, centenas de pessoas, entre enólogos, elementos de ranchos folclóricos e associações, chefs de cozinha, músicos e fadistas, órgãos de comunicação social, artesãos e tantas outras pessoas e instituições – “a todos a Câmara Municipal endereça o mais profundo agradecimento pelo esforço, pela organização de atividades preparadas em tão pouco tempo”, afirmou Pedro Magalhães Ribeiro para quem “o espírito de alegria e encontro, de partilha e vontade mostrar o melhor dos nossos produtos endógenos e da nossa riqueza cultural – a que estamos habituados na nossa Festa do Vinho –, mostra-se bem vivo nesta resposta solidária da nossa comunidade”.


PUB.


35 visualizações

1/9

1/10

1/8

onde comer

1/5

Periodicidade: Diária

10/30/2020

coronavirus.jpg
bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias