• comercioenoticias

NAZARENO INFETADO COM COVID-19 JÁ TEVE ALTA HOSPITALAR NO JAPÃO E CHEGA AMANHÃ A LISBOA


Adriano Maranhão, o primeiro caso de um cidadão português infetado com o novo coronavírus, que terá contraído no navio de cruzeiro Diamond Princess, atracado há semanas no Japão, chega amanhã, por volta das 12h00, ao aeroporto de Lisboa.

Os resultados das novas análises deram negativo e o nazareno recebeu alta hospitalar no Japão, encontrando-se, atualmente, a caminho de Portugal. Partirá às 14h00 portuguesas (23h00 do Japão) de Yokohama para Tóquio de onde embarcará para Lisboa, via Dubai. A chegada a Lisboa está prevista para as 12h00 desta terça-feira, dia 10 de março.

O Presidente de Câmara da Nazaré, Walter Chicharro, anunciou que irá estar no aeroporto, ao lado da esposa de Adriano, Emmanuelle Maranhão.

“Lá estarei a recebê-lo com um grande abraço, porque é um dos nossos”, explica, acrescentando que os serviços de apoio psicológico que o Município da Nazaré tem disponibilizado a toda a sua família “serão também assegurados para ele”.

Walter Chicharro divulgou, ainda, que mantém contacto diário com Hélder Vigia, outro nazareno da tripulação do cruzeiro, e que se encontra em quarentena até ao próximo dia 13 de março, “acreditando que depois estará livre para regressar a Portugal”.

“Tenho informado o Governo desta situação e solicitado o seu apoio também neste assunto”, referiu o edil da Nazaré.

Sobre a chegada a Portugal do nazareno, o presidente da Câmara “apela à calma” e à necessidade de privacidade do cidadão em fase de recobro, evitando “a pressão” quando estiver em casa.

De acordo com o autarca, o nazareno estará disponível para prestar declarações à imprensa no aeroporto, amanhã, aquando da sua chegada a território nacional.

Recorde-se que o homem, com 41 anos, faz parte da tripulação do Diamond Princess há cinco anos, onde exerce funções como canalizador.

Desde o dia 3 de fevereiro que a embarcação está atracada em Yokohama, no Japão, depois de o Governo japonês decretar quarentena obrigatória para as 3600 pessoas a bordo, como medida de prevenção para evitar mais infeções, depois de várias pessoas no navio terem sido diagnosticadas com o novo coronavírus (Covid-19).

Os sintomas de infeção por coronavírus incluem tosse seca, febre, fadiga e dificuldades respiratórias – sintomas semelhantes aos de uma gripe para a maioria das pessoas, embora uma pequena proporção dos doentes desenvolva pneumonia, com os casos mais graves a provocar falência de órgãos.

275 visualizações

1/9

1/10

1/7

1/8

1/9

onde comer

1/5

Periodicidade: Diária

9/22/2020

coronavirus.jpg
bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias