• comercioenoticias

MUNICÍPIO DO CADAVAL PROMOVE SESSÕES DE APRESENTAÇÃO DO “KIT BÁSICO DE SAÚDE MENTAL”


O Município do Cadaval irá promover, proximamente, um conjunto de sessões de apresentação do “Kit Básico de Saúde Mental”, vocacionadas para diversas entidades concelhias. A iniciativa decorre da recente integração, por parte da Câmara Municipal, do Programa de Capacitação de Dinamizadores Locais, constituindo, até ao momento, o único município do Oeste aderente.

A iniciativa de apresentação do “Kit Básico de Saúde Mental”, decorrerá então, no Cadaval, repartida por três sessões, a realizarem-se nos próximos dias 15, 16 e 17 de junho, no auditório camarário, dirigidas a entidades específicas do Concelho.

Dia 15 junho, pelas 10h30, a mesma será vocacionada para a GNR, profissionais da saúde, Agrupamento de Escolas, bombeiros, Proteção Civil e Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Cadaval.

Por sua vez, no 16 junho, pelas 14h30, juntam-se, em torno do tema, elementos das juntas de freguesia do Concelho. Por último, a 17 junho, pelas 14h30, será a vez das IPSS’s locais.


PUB.


O kit aborda, nomeadamente, o que é a “saúde mental” e porque é que este conceito não é o oposto de “doença mental”.

Debruça-se também sobre o que é “doença mental”, sinais de alerta, como e onde procurar ajuda e quais os recursos disponíveis. Aborda, por outro lado, a saúde mental em tempo de pandemia, o que fazer para melhorar a nossa saúde mental e o que fazer quando estamos menos bem.

São ainda tópicos de abordagem o modo como podemos ajudar outra pessoa que não está bem, como ajudar alguém que não quer ser ajudado, ou ainda ouvir testemunhos e distinguir mitos e verdades sobre saúde mental.

Refira-se que o programa em apreço foi desenvolvido, pela associação ManifestaMente, em parceria com a ARS-LVT, ARS Alentejo e ARS Algarve, numa iniciativa cofinanciada pela Direção-Geral da Saúde. Destina-se a apoiar os colaboradores de diversas autarquias portuguesas a melhorar a saúde mental da sua comunidade, mesmo que não tenham formação prévia em saúde.

No seguimento da sua adesão, a autarquia cadavalense lançou o desafio a diversos parceiros locais, com intervenção na área social, tendo sido constituído o seguinte grupo de dinamizadores locais: Carla Silva, Câmara Municipal do Cadaval; Ana Magueijo, Câmara Municipal do Cadaval; Rosa Santos, Santa Casa da Misericórdia do Cadaval; Catarina Geada, Santa Casa da Misericórdia do Cadaval; Edviges Maurício, Delegação do Cadaval da Cruz Vermelha Portuguesa; Vanessa Cardoso, LeaderOeste/CLDS4G Melhor Cadaval; Paula Proença, LeaderOeste/CLDS4G Melhor Cadaval.

Os dinamizadores locais têm como missão tirar partido das oportunidades existentes e/ou organizar iniciativas concretas na comunidade para promover a saúde mental.

Cabe-lhes, por outro lado, identificar as necessidades da comunidade e procurar colmatá-las de acordo com os recursos existentes.

Outra das suas incumbências consiste em promover a literacia em saúde mental, através do combate ao estigma, à discriminação e à exclusão social, que afetam as pessoas com problemas de saúde mental.


PUB.


21 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

press to zoom

press to zoom

press to zoom