• comercioenoticias

MULHER DE ÓBIDOS CONDENADA A 17 ANOS DE PRISÃO POR TENTAR MATAR O FILHO


A ex-bombeira da corporação de Óbidos, Patrícia Ribeiro, de 28 anos de idade, foi hoje, 20 de julho, condenada a 17 anos de prisão por durante meses ter tentado matar o filho de apenas 7 anos de idade, ficando provados sete crimes de homicídio qualificado na forma tentada.

O julgamento teve início no dia 26 de julho, tendo o tribunal dado como provado que entre abril e julho de 2018, a mãe tentou afogar o filho, sufocá-lo e envenená-lo com clorofórmio, tudo isto só para chamar a atenção do ex-namorado.

Recorde-se que a mulher dava clorofórmio, que comprava na farmácia, ao filho para que este ficasse doente. A mulher envenenava o filho de forma a puder assumir o papel de mãe sofrida, que acreditava que a iria ajudar a reatar a relação com o ex-namorado.


PUB.


Patrícia Ribeiro foi ainda condenada a pagar uma indemnização de 300 mil euros ao filho e 25 mil euros ao pai da criança.

O menino esteve 44 dias a lutar pela vida no Hospital D. Estefânia, em Lisboa, sofrendo a primeira paragem cardíaca no 18 de junho. Depois disso a mãe continuou ainda a envenenar a criança tendo-lhe provocado novas paragens cardíacas.

O caso acabou por ser descoberto pelo pessoal médico que alertou depois as autoridades.

Saliente-se que o menino ainda hoje recebe oxigénio todas as noites para conseguir respirar.


PUB.


0 visualização

1/9

1/9

1/7

1/9

onde comer

1/6

Periodicidade: Diária

8/7/2020

bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias