• comercioenoticias

MENSAGEM DO BISPO DE SANTARÉM PARA O TEMPO DE QUARESMA


Caros Diocesanos

A celebração da Páscoa, paixão, morte e ressurreição do Senhor Jesus, é o centro e a fonte de toda a ação litúrgica da Igreja ao longo de todo ano. Pela sua importância e para que beneficiemos de toda a graça da celebração da Páscoa, somos exortados a acompanhar Jesus e a fazermos, com Ele, uma caminhada de quarenta dias. Daí a designação de tempo da Quaresma.

Infelizmente, por força da pandemia em que nos encontramos, não podemos dar início à Quaresma com a normalidade de participação nas celebrações da Eucaristia e também não sabemos como será a celebração da Páscoa. Porém, aproveitemos este tempo, com resistência e imaginação, dando lugar à escuta da Palavra de Deus e aos exercícios quaresmais do jejum, oração e esmola que nos aproximam mais de Deus e uns dos outros.


1. A Igreja doméstica, a escuta da Palavra e os sinais

Em plena Quaresma, a 19 de março, tem início o Ano “Família Amoris Laetitia” que terá diversas propostas a serem apresentadas pelo Secretariado Diocesano da Pastoral da Família. Além disso, porque a Quaresma começa agora, apresento algumas sugestões que poderão ser promovidas na comunidade familiar.

Sugiro que, durante a Quaresma, em cada casa de família haja um lugar de destaque para colocar a Bíblia e todos os dias se dedique um tempo de escuta da Palavra de Deus. Como escreveu o Papa Francisco: “Neste tempo de Quaresma, acolher e viver a Verdade manifestada em Cristo significa, antes de mais, deixar-nos alcançar pela Palavra de Deus, que nos é transmitida de geração em geração pela Igreja”.

Na Igreja Paroquial existe um crucifixo, Cristo na cruz, que é referência para a assembleia cristã que ali se reúne. Foi assim que o Senhor nos purificou, entregando-se na cruz por todos nós. Então, não podendo participar nas celebrações na Igreja Paroquial, na casa onde reside pode colocar-se, também, um crucifixo na proximidade da Bíblia e um mealheiro para ir deixando o correspondente às renúncias dos membros da família.

Pensando na colaboração dos filhos, outros sinais simbólicos podem ser promovidos e renovados em cada semana: no 1º Domingo da quaresma, diversas pedras pequeninas para lembrar o deserto de pedras onde Jesus passou os quarenta dias e quarenta noites, e colocar a frase: “Jesus esteve no deserto”; no 2º Domingo, uma iluminação mais forte e colocar a frase: “Este é o meu Filho muito amado. Escutai-O”; no 3º Domingo, colocar uma pequenina corda e a frase: “Destruí este templo e em três dias o levantarei”; no 4º domingo, colocar uma vela (para acender no tempo de oração) e a frase: “Quem pratica a verdade aproxima-se da luz”; no 5º Domingo, colocar umas sementes de trigo e a frase: “Se o grão de trigo, lançado à terra morrer, dará muito fruto”; no Domingo de Ramos, colocar alguns ramos verdes e a frase: “Hossana! Bendito o que vem em nome do Senhor”.



PUB.


2. O jejum, a oração e a esmola

O exercício quaresmal do jejum, a oração e a esmola, são valorizados pelo Papa Francisco na sua mensagem para a Quaresma. “O jejum, a oração e a esmola – tal como são apresentados por Jesus na sua pregação (cf. Mt 6, 1-18) – são as condições para a nossa conversão e sua expressão. O caminho da pobreza e da privação (o jejum), a atenção e os gestos de amor pelo homem ferido (a esmola) e o diálogo filial com o Pai (a oração) permitem-nos encarnar uma fé sincera, uma esperança viva e uma caridade operosa”.

O jejum não é proposto como um preceito religioso para cumprir. É proposto para abrir o coração e ajudar-nos a aproximar mais de Deus e dos 800 milhões de pobres do mundo que passam fome. O jejum não é apenas do alimento do estômago, existem outros ‘alimentos’ dos quais também se pode jejuar. Poderemos, por força do confinamento, aproveitar o “fique em casa” para fazer jejum de tantas coisas, convertendo a saturação interior em oblação por amor. Citando uma vez mais o Papa Francisco: “Na Quaresma, estejamos mais atentos a dizer palavras de incentivo, que reconfortam, consolam, fortalecem, estimulam, em vez de palavras que humilham, angustiam, irritam e desprezam”.

A escuta da Palavra e a oração, dará lugar à surpreendente ação de Deus que pelo seu Espírito nos renova, fortalece a esperança e o gosto da partilha.


3. Renúncia Quaresmal

No ano passado, a Diocese de Santarém, orientou a sua Renúncia Quaresmal para Pemba, Cabo Delgado, Moçambique, através dos Missionários da Boa Nova, num total de 22.500,91€. Recebemos recentemente do missionário da Boa Nova, Padre Ricardo Marques, a seguinte informação: “Por se tratar de uma situação que atingiu todo o mundo, aqui também vamos vivendo o drama desta mesma pandemia, ao qual se junta a tragédia humanitária que continua em toda a província de Cabo Delgado: guerra e deslocados. Milhares de vítimas mortais e mais de 600.000 deslocados. Graças ao apoio da diocese de Santarém, conseguimos assistir mais de 200 famílias com alimentação. Entretanto, no passado dia 27 de Janeiro, inauguramos um novo programa de assistência no âmbito psico-social. Com este programa vamos acompanhando as famílias de deslocados, sobretudo no que se refere à escuta e à assistência psicológica. Tentamos ajudar as pessoas a ultrapassar os seus traumas e a iniciar uma nova vida”.

No ano passado a Cáritas Diocesana ficou sem o apoio do peditório público de rua e o das igrejas, porque não aconteceram. Este ano, muito provavelmente, também não terá esse apoio. Assim, a Renúncia Quaresmal deste ano 2021, consultado o Conselho Presbiteral da Diocese, será orientado para a Cáritas Diocesana de Santarém para que possa responder às emergências que vão aumentando.

Em comunhão com o Papa Francisco: “Que este apelo a viver a Quaresma como percurso de conversão, oração e partilha dos nossos bens, nos ajude a repassar, na nossa memória comunitária e pessoal, a fé que vem de Cristo vivo, a esperança animada pelo sopro do Espírito e o amor cuja fonte inexaurível é o coração misericordioso do Pai”.

Nossa Senhora será nosso amparo nesta especial ‘caminhada’ para a Páscoa da Ressurreição.


D. José Traquina – Bispo de Santarém


PUB.


195 visualizações0 comentário

1/8

1/8

1/4

1/7

1/8

onde comer

1/10

Periodicidade: Diária

4/16/2021

coronavirus.jpg
bannered.png

©2021 por Comércio & Notícias