• comercioenoticias

JOVEM DA BENEDITA É UMA DAS VÍTIMAS MORTAIS DO DESABAMENTO EM ANTUÉRPIA


O desabamento de um prédio em construção na cidade de Antuérpia, na Bélgica, ocorrido na tarde desta sexta-feira, 18 de junho, provou a morte de três trabalhadores, um deles de nacionalidade portuguesa, natural da Benedita, concelho de Alcobaça.

Outra das vítimas mortais é de nacionalidade romena, desconhecendo-se a origem da terceira vítima. Há ainda dois trabalhadores portugueses desaparecidos, e outro internado num hospital local com ferimentos.

Além dos portugueses, o desabamento na cidade belga provocou, pelo menos, nove feridos, que foram transportados para o hospital, entre os quais se incluem quatro romenos e dois ucranianos. Há ainda dois homens de nacionalidade desconhecida. O último balanço indica que um deles já teve alta hospitalar e os restantes estão fora de perigo.

As vítimas eram trabalhadores da empresa Goorden Bouw Service, que estava a construir um estabelecimento escolar na cidade de Antuérpia. Estariam a laborar nas fachadas do edifício, em cima de andaimes, quando o prédio desabou, atingindo vários trabalhadores, entre eles Carlos Quitério da Benedita, o qual residia com a companheira há cerca de um ano naquela cidade belga.


PUB.


Presidente da República lamenta acidente

O Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou ainda ontem o acidente de trabalho que envolveu trabalhadores portugueses.

Através de uma nota publicada na página oficial da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa “apresenta condolências à família dos compatriota que morreu na Bélgica”.


PUB.



6,236 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7
Lino Martins - site