©2020 por Comércio & Notícias

  • comercioenoticias

JOÃO OLIVEIRA REELEITO PRESIDENTE DA JSD SANTARÉM



O V Congresso Distrital da Juventude Social Democrata de Santarém, que decorreu em Torres Novas no passado sábado, 21 de dezembro, reelegeu João Pedro Diniz de Oliveira, natural do Cartaxo, como presidente da Comissão Política Distrital, e Bruno Silva Matos, de Santarém, como novo presidente da Mesa do Congresso.

João Oliveira é formado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico, exercendo, atualmente, a sua atividade profissional no sector privado. Foi presidente da JSD Cartaxo de 2014 a 2017, ano em que foi se tornou presidente da JSD Distrital de Santarém. É atualmente Conselheiro Nacional do PSD, membro do Conselho Municipal da Juventude e ainda eleito na Assembleia Municipal do Cartaxo.

De Rio Maior foram eleitos para a Comissão Política, José Ricardo Lopes enquanto Secretário-Geral, Roberto Vieira enquanto Vogal e Margarida Silva enquanto Vogal suplente, tendo ainda sido eleita para a Mesa do Congresso, Inês Morais na qualidade de Secretária.

“Para este novo ciclo a JSD terá a responsabilidade de preparar os seus quadros para o desafio autárquico que se avizinha, dotando-os do conhecimento e das ferramentas necessárias para o exercício de funções em órgãos autárquicos. Temos ainda a obrigação de, tal como no passado recente, nos manter atentos às necessidades dos jovens do distrito naquelas que são as suas problemáticas, que em larga medida, são as mesmas que tantos outros jovens do nosso país”, referiu o reeleito Presidente da JSD Distrital de Santarém com 89,37% dos votos.

As prioridades da nova Comissão Política Distrital da JSD de Santarém passam pela preparação dos seus quadros para as eleições autárquicas de 2021, assumindo ainda como eixos prioritários a formação cívica e política, a proteção do meio ambiente, o apoio à habitação jovem e ao alojamento universitário, a reintrodução dos modelos de ensino vocacional e a promoção do ensino profissional.

Na Moção de Estratégia Global aprovada em Congresso propõe-se ainda medidas como:

- O desenvolvimento de programas curriculares no ensino básico e secundário onde se discutam as formas de organização do Estado, Instituições, Ideologias políticas, Democracia, bem como, outros assuntos mais práticos do dia-a-dia da população, como as finanças pessoais;

- A implementação das medidas que esta estrutura levou ao Parlamento Europeu no formato de petição, nomeadamente: no aumento da fiscalização e penalização das empresas responsáveis por descargas em recursos hídricos;

- A pré-aprovação de candidaturas ao programa Porta 65 previamente à realização de contratos de arrendamento e a criação de um modelo Cheque-Caução;

- O desenvolvimento de novos programas de habitação permanente para agregados familiares jovens, através da requalificação de património edificado do Estado ou de Autarquias;

- A reformulação da oferta educativa no Ensino Básico e Secundário e Profissional, com a reintrodução do Ensino Vocacional, com ligação direta entre o tecido empresarial da região e a oferta educativa;

- A responsabilização direta da tutela na assunção dos investimentos necessários para contrariar a atual falta de oferta de alojamento em residências públicas;

- O aumento do complemento do Alojamento para os jovens com bolsa de estudo, bem como, o aumento dos critérios de elegibilidade para estes apoios.

389 visualizações

1/8

1/7

1/4

1/7

1/6

onde comer

1/9
bannered.png

Periodicidade: Diária

08-04-2020

Banner Riomagic.jpg