top of page

Periodicidade: Diária

2/21/2024

  • comercioenoticias

“INSETOS A PROTEÍNA DO FUTURO” DEBATIDO NA ESCOLA AGRÁRIA DE SANTARÉM



PUB.


A Escola Superior Agrária de Santarém (ESAS) organizou, na última quarta-feira, 22 de novembro, o debate “Insetos a Proteína do Futuro”, no âmbito da Semana da Ciência e Tecnologia.

A sessão de abertura contou com a presença de Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal de Santarém (CMS), e de Margarida Oliveira, Diretora da ESAS.

Ricardo Gonçalves enalteceu a ESAS pelo tema da conferência, evidenciando o trabalho que docentes e discentes têm desenvolvido durante mais de um século de existência desta unidade orgânica do Instituto Politécnico de Santarém.

O Presidente da CMS considera que falar de insetos é “falar da proteína do futuro”, referindo que para o grupo de países mais ocidentais, a proteína oriunda destes invertebrados com exoesqueleto quitinoso, já é consumida e aproveitada desde há muitos anos.

Ricardo Gonçalves considera que “no que concerne a Santarém, esta Agenda Mobilizadora InsectERA do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) é uma oportunidade muito grande para a nossa região, mas também para o país.

A Agenda Mobilizadora InsectERA traz soluções alimentares/nutricionais alternativas que vão dar resposta às novas necessidades do setor, como o aumento da população mundial, as alterações climáticas e o desperdício alimentar. Assim, contribui para a transação verde em direção à sustentabilidade ambiental, baseada numa economia circular.

“Começou por ser um projeto de pequena dimensão que surgiu no INIAV - Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, mas que com o trabalho e dedicação de todos os intervenientes, rapidamente cresceu e transformou-se num projeto de abrangência nacional”, referiu o autarca de Santarém.



Importa referir que o Executivo Municipal aprovou a 9 de janeiro deste ano, a alienação de um prédio rústico situado na Zona de Desenvolvimento Económico de Pernes à empresa EntoGreen, no âmbito do contrato de consórcio externo, com vista à execução do projeto “InsectERA – A ERA da indústria dos insetos”, com capacidade para albergar outras unidades agroalimentares que contribuam para a criação de circularidade e parcerias, promovendo a partilha de recursos entre as empresas instaladas, num investimento que rondará os 19 milhões de euros no âmbito do PRR.

De seguida tiveram lugar as apresentações de Susana Pombo, da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), que falou do tema “Legislação, Desafios e Oportunidades”. Daniel Murta, da empresa EntoGreen, falou da Agenda InsetERA. Vanda Andrade, Professora da ESAS, fez uma abordagem sobre “Insetos e a Saúde” e para terminar o painel, Sofia Van Harten, Professora da ESAS, fez uma apresentação do programa do curso “TESP Produção de Insetos”.

O debate seguiu com o painel “à Conversa com Investigadores, Empreendedores e Cidadãos”, que juntou Igor Dias, do Projeto SPIN, Diogo Palha, da ThunderFoods, José Gonçalves, da Cricket Farming Co, Mónica Sobreiro, do Clube de Produtores da SONAE, Laura Mendes, Estudante da ESAS, e estudantes do Ensino Secundário.

A sessão terminou com uma degustação de “novos alimentos” produzidos com farinhas de origem resultantes do processamento de insetos.



92 visualizações0 comentário

onde comer

telefonesuteis.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg
bannered.png
Banner Riomagic.jpg
bottom of page