top of page

Periodicidade: Diária

2/22/2024

  • comercioenoticias

HOSPITAL DISTRITAL DE SANTARÉM INVESTE NA SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E NA PROTEÇÃO DE DADOS


O Hospital Distrital de Santarém (HDS) implementou uma solução de renovação da infraestrutura tecnológica de suporte (Disaster Recovery) e um sistema de gestão de autenticação segura (Single Sign-On). Estes projetos integram-se na aposta do Hospital na transformação digital e visam aumentar a segurança da informação e da proteção da confidencialidade dos dados, respeitando as normas de acessibilidade, interoperabilidade e acesso à informação.

De acordo com o diretor do Serviço de Gestão de Tecnologias de Informação, Pedro Teixeira, “a modernização dos sistemas de autenticação, incluindo sistemas que garantam a não rejeição das ações através de auditorias aos sistemas de informação (SI), é crucial para o correto funcionamento e para a segurança dos dados”.

Entre os principais objetivos das soluções tecnológicas agora implementadas, destacam-se o controlo do acesso à informação e processos de autenticação; a garantia das melhores práticas de segurança em conformidade com standards de segurança; o rastreio, diagnóstico e análise de problemas de funcionamento dos sistemas de informação; a otimização do tratamento dos processos e a segurança geral dos serviços e departamentos; o controlo das operações de fornecedores de tecnologias de informação (TI); e a realização de processos de auditoria complexos que cruzam diferentes SI de forma integrada.

Os sistemas de informação do HDS estão agora dotados de um mecanismo de autenticação segura resultante da implementação da funcionalidade de Single Sign-On e de políticas de controlo de acessos complexos. Desta forma, é possível mitigar os riscos de utilização de métodos frágeis na autenticação por parte dos utilizadores, tais como palavras-passes, simples e facilmente decifráveis, bem como garantir a criação de registos das autenticações realizadas nos sistemas de informação integrados.



“A implementação da solução de Disaster Recovery possibilita um alto nível de segurança e proteção contra falhas, baseado numa réplica dos SI atuais, com criação de mecanismos de replicação de backup. O HDS passou a ter um sistema redundante que garante a disponibilização dos SI, mesmo durante o processo de recuperação dos SI afetados, de forma a minimizar os impactos negativos. É imprescindível para garantir o aumento da segurança e disponibilidade da equipa de TI para outras tarefas, assegurando a continuidade da atividade e melhorando a capacidade de atendimento dos utentes, sem falhas nos SI”, destaca Pedro Teixeira.

Também recentemente, foi implementado no HDS o sistema informático Alertus, que possibilita a comunicação com todos os colaboradores de forma rápida e imediata, através do envio de mensagens pop-ups para todos os postos de trabalho, em situações emergentes, programadas e quando é necessário disseminar outro tipo de informações. Em situações de emergência, é possível alertar todos os colaboradores com apenas um clique, para que possam ser tomadas medidas para garantir a segurança.

Estas soluções inserem-se no Projeto “HDS +Digital +Seguro”, cofinanciado pelo FSE – Fundo Social Europeu, através do Sistema de Apoio à Modernização e Capacitação da Administração Pública (SAMA 2020/COMPETE2020), no valor total 998 016,76 euros.


104 visualizações0 comentário

onde comer

telefonesuteis.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg
bannered.png
Banner Riomagic.jpg
bottom of page