top of page

Periodicidade: Diária

2/22/2024

  • comercioenoticias

FEIRA DE MAIO LEVOU ANIMAÇÃO À VILA DE AZAMBUJA


A edição 2022 do evento mais esperado na região do Ribatejo, a mais castiça das Festas Ribatejanas, chegou ao fim. Este ano, entre 25 e 30 de maio, a vila de Azambuja viveu dias recheados de festa brava e afición, onde não faltaram atividades taurinas, a animação popular e a forte participação dos campinos e das tertúlias.

A Feira de Maio de Azambuja voltou, em força, após 2 anos sem ser realizada presencialmente, devido à pandemia, com 6 dias de largadas de toiros.

A inauguração oficial do evento decorreu no dia 26 de maio, quinta-feira de Ascensão, feriado municipal, e contou com a presença do Secretário de Estado da Administração Local e Ordenamento do Território – Carlos Miguel. Como habitualmente, foi acompanhada pela fanfarra dos Bombeiros de Azambuja e pelas tertúlias que, saíram à rua em desfile, para anunciar o início da festa, ao som do grupo popular “Pilha-Galinhas”.

O cenário da inauguração integrou, ainda, o espetáculo “Isto é Azambuja”, com momentos de fado, de fandango e de dança sevilhana; completando-se este dia com uma largada de toiros, nas ruas, e uma sessão da “Mesa da Tortura”, na Praça de Touros Dr. Ortigão Costa.

A noite de sexta-feira, trouxe, como já é tradição, largos milhares de visitantes a Azambuja. Não só as largas dezenas de tertúlias como também muitos moradores particulares abriram as suas portas para viver a feira, pela noite dentro. Depois da tão apreciada largada noturna, a sardinha assada foi rainha, acompanhada por pão e vinho. Toy foi a atração desta noite no palco principal, junto à Praça de Touros Dr. Ortigão Costa. Nos restantes largos da vila, os arraiais animaram o resto da noite, juntamente com as bandinhas de animação itinerante e o tradicional fado vadio nos largos mais típicos.

No sábado, a tarde foi preenchida com atividades de campo. Os campinos e as suas montadas puderam mostrar todo o seu saber na condução de cabrestos, e ainda realizar uma prova de velocidade e perícia individual. Antes de nova sessão da “Mesa da Tortura”, na Praça de Touros, a fresca noite de sábado foi aquecida pela atuação de Expensive Soul, no palco principal.

A homenagem ao campino, no domingo de manhã, voltou a constituir um dos pontos altos da festa. Este ano, foi homenageado o campino José Joaquim Rodrigues da Silva, carinhosamente conhecido por “Mimoso”, com 79 anos de idade, um dos campinos que há mais tempo participa na Feira de Maio e que dedicou várias décadas da sua vida à criação do toiro bravo. No segundo momento desta cerimónia, foi entregue ao campino João Lopes o Pampilho de Honra gravado com o nome do saudoso campino Joaquim Luís Vicente.

Depois da largada de toiros, ainda no domingo, decorreu mais uma atividade equestre – a final do VIII Troféu Dr. Luís Ortigão Costa do Concurso de Éguas Afilhadas – Sangue Puro-Lusitano, no qual a Coudelaria Dr. Henrique Abecasis ganhou uma medalha de ouro com a “Literária do Pilar” e a Coudelaria Francisco Bessa de Carvalho arrecadou também a medalha de ouro com a “Luz d’Atela”. A medalha de prata foi entregue à Coudelaria Ricardo Venâncio que concorreu com a “Migalha”.

À tarde, a tradicional corrida de toiros à portuguesa deste ano contou com os cavaleiros Manuel Telles Bastos, Marcos Bastinhas, Duarte Pinto, Andrés Romero, Parreirita Cigano e o praticante Joaquim Brito Paes, com as pegas a cargo dos Forcados Amadores de Azambuja, que pegaram em solitário, no âmbito das comemorações do 55º aniversário do grupo. Nesta corrida, nota para as homenagens ao Grupo de Forcados de Azambuja e, em particular, ao antigo cabo Francisco Vassalo.


PUB.


Chegando ao último dia da Feira de Maio, teve lugar as habituais atividades dirigidas às crianças do 1.º CEB e Ensino Especial, pelas ruas da Vila de Azambuja. À tarde foram atribuídos os prémios às janelas e fachadas, montras e largos engalanados.

Na categoria de largos, foi atribuído o 1º prémio ao Largo da Fonte de Sto. António e o 2º prémio ao Largo do Rossio, não tido sido atribuído o 3º lugar. Na categoria de janelas e fachadas o 1º lugar coube a Joaquim Campino, o 2º lugar a Maria Manuela Correia e o 3º lugar a Joaquim Sardo. Na categoria de montras (concurso coordenado pela ACISMA – Associação do Comércio, Indústria e Serviços do Município de Azambuja), o 1º prémio foi entregue ao Talho do Marcado, o 2º à peixaria Ribapeixe e o 3º à mercearia Aldeia do Campo. O prémio de montras “Inovação” foi atribuído à loja POA.

O Palco Tradições teve lugar de destaque, no Jardim Urbano Dr. Joaquim A. Ramos; um espaço onde ao longo de cinco dias foi possível assistir a diversas exibições desportivas e culturais de coletividades e associações das várias freguesias do concelho.

Este ano, a União de Tertúlias de Azambuja, organizou um novo ponto de animação para os visitantes da Feira de Maio – “Noites com Sabor”, com concertos de R.A.Y.A, Bella Trompetera, Maninho, Sonido Andaluz, Fado Marialva e Pilha Galinhas.

As Largadas de Toiros, diárias, continuam a ser uma imagem de marca da feira. Uma vez mais, foram bastante concorridas e animadas. Os mais corajosos e aficionados puderam dar largas à sua coragem e brincaram com os toiros, nas ruas.

E foi assim… bem castiça, a Feira de Maio 2022! A vila de Azambuja engalanou-se para receber, de braços abertos, os milhares que a quiseram visitar.


PUB.




43 visualizações0 comentário

onde comer

telefonesuteis.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg
bannered.png
Banner Riomagic.jpg
bottom of page