• comercioenoticias

ERA DE ALCOENTRE O CAMIONISTA QUE MORREU ONTEM ABALROADO POR UM COMBOIO EM SANTARÉM


Um homem de 38 anos de idade, natural de Alcoentre e residente na freguesia de Aveiras de Baixo, no concelho de Azambuja, perdeu a vida ao final da tarde de ontem, 22 de abril, após o camião que conduzia ter sido abalroado por um comboio Alfa Pendular.

O acidente aconteceu às 18h56, numa passagem de nível com cancelas automáticas, junto à ponte da Asseca, na freguesia de Vale de Santarém, concelho de Santarém, tendo provocado ainda ferimentos em mais três pessoas, entre elas o maquinista da locomotiva.

Ao que o Comércio & Notícias apurou, o camionista, conhecido popularmente por “Zé Flecha” ou por "Zé Pantera", terá parado em cima da linha férrea por se ter deparado com um trator agrícola do outro lado da linha, inverso ao qual circulava, e quando tentou fazer marcha-atrás já tinha um veículo automóvel na sua retaguarda.


PUB.


O acidente levou ao corte da Linha do Norte, a qual só foi retomada na totalidade já durante a manhã desta quinta-feira, após durante a madrugada ter sido reativada uma das linhas.

Entretanto, o organismo que investiga os acidentes ferroviários adiantou já hoje que “está em investigação a colisão entre um comboio e um camião ocorrida na quarta-feira, numa passagem de nível com cancelas automáticas, em Santarém, e que causou uma morte”.

“Zé Flecha” era casado e deixa um filho de apenas 3 anos de idade. A sua morte está a gerar uma enorme onda de consternação em toda a região de Azambuja, bem como junto dos familiares, amigos e colegas de trabalho.


PUB.


11,572 visualizações

1/9

1/10

1/4

1/7

1/7

onde comer

1/10

Periodicidade: Diária

6/4/2020

bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias