• comercioenoticias

ENCONTRO NACIONAL DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA DECORREU EM SANTARÉM


O Convento de São Francisco, em Santarém, recebeu nos passados dias 2 e 3 de julho, o XXXVI ProfMat – Encontro Nacional de Professores de Matemática, que regressou a Santarém, passados 18 anos.

Há 18 anos foram cerca de 1600 professores que estiveram presentes neste evento de âmbito nacional, sendo que este ano, com a situação sanitária ainda não controlada o evento contou com a presença de 300 professores em condições muito particulares. Simultaneamente e pela primeira vez na história da Associação de Professores de Matemática o evento ProfMat realizou-se também à distância.

A organização deste encontro é da responsabilidade da Associação de Professores de Matemática (APM) e teve a colaboração da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém e do Agrupamento de Escolas Sá da Bandeira. Contou ainda com a parceria da Câmara Municipal de Santarém, em particular na cedência do espaço - Convento de São Francisco - e na oferta do Programa Cultural a todos os participantes. Por uma questão simbólica a sessão de abertura foi presencial transmitida via streaming num belíssimo espaço cultural, património de Santarém, onde estiveram presentes alguns convidados.

O Encontro deste ano foi organizado focando-se em três grandes temáticas – o currículo de Matemática, a aula de Matemática, e as tecnologias no ensino da Matemática. No primeiro dia do Encontro realizaram-se duas conferências plenárias, uma proferida pelo Prof. Domingos Fernandes do ISCTE, “Para uma Reflexão Crítica Acerca do Currículo, da Pedagogia e da Avaliação” e outra pelo Prof. Jaime Carvalho e Silva, da Universidade de Coimbra, sobre “Opções curriculares num Programa de Matemática para o Ensino Secundário” a par de um conjunto alargado de conferências com discussão, simpósios de comunicações e sessões práticas.

A manhã de dia 3 trouxe simpósios de comunicações e sessões práticas, a que se seguiram conferências com discussão e uma última conferência plenária, da Prof. Ana Paula Canavarro, da Universidade de Évora, do Prof. Paulo Correia, do Agrupamento de Escolas de Alcácer do Sal e do Prof. Pedro Marques, da Universidade de Évora, “Afinal, como estamos de programa de Matemática no Ensino Básico?”, já em articulação com o programa do XXXI SIEM – Seminário de Investigação em Educação Matemática que se prolongou pela tarde de sábado.


PUB.


No SIEM, além das conferências com discussão e dos simpósios de comunicações, decorreram ainda duas conferências plenárias, uma proferida pela Prof. Berinderjeet Kaur, do National Institute of Education, Singapore, e a última proferida pela Prof. Paola Sztajn, da North Carolina State University, US, intitulada “20 Anos Depois: O que aprendemos sobre o Triângulo Instrucional?”.

A organização salienta que “embora tenham sido dois encontros cheios de desafios, onde foram percorridos caminhos nunca antes trilhados, o balanço é bastante positivo com uma partilha de experiências e conhecimento como é tradição nestes encontros”.

No próximo ano, em 2022, será em Setúbal, tendo a organização a esperança que se possa voltar ao formato presencial.


PUB.


25 visualizações0 comentário