top of page

Periodicidade: Diária

2/25/2024

  • comercioenoticias

DEBATIDAS EM SANTARÉM ESTRATÉGIAS PARA ATRAIR MAIS TURISTAS PARA A REGIÃO



PUB.


A Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo (ERTAR) organizou a primeira Conferência “Turismo do Ribatejo – Construir um Destino” no Teatro Sá da Bandeira esta segunda-feira, 18 de dezembro, entre as 9h30 e as 18 horas. Um evento com lotação esgotada e que trouxe a Santarém o debate e a reflexão sobre as estratégias a adotar para atrair mais turistas ao Ribatejo.

Na sessão de abertura, Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal de Santarém (CMS), começou por dar as boas-vindas a Santarém, agradecendo à ERTAR a escolha de Santarém para a realização da Conferência. “Para nós é um orgulho receber-vos em Santarém. É um orgulho o crescimento de Santarém, como produto turístico, no que toca ao número de visitantes. O nosso Plano de Turismo foi renovado há 5 anos em conjunto com a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, com dez eixos bem definidos. Estamos a trabalhar nesses eixos e está a sortir muito efeito. Os dados são claros. Em 2022, dentro dessa estratégia, que levou à abertura de todos os Monumentos, em parceria com o ISLA de Santarém, a Diocese e a Santa Casa da Misericórdia de Santarém, fez com que a nossa visitação aumentasse bastante.”

“Queremos construir um destino.” foi assim que o Presidente Ricardo Gonçalves terminou a sua intervenção referindo que um produto turístico tem o seu tempo de implantação, mas que com um trabalho conjunto entre as entidades e parceiros, conseguir-se-á atingir esse objetivo.

A sessão de abertura contou ainda com as intervenções de José Santos, Presidente da ERTAR, e de Nuno Fazenda, Secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços. Numa cerimónia que contou com a participação de João Teixeira Leite, Vice-presidente da CMS, Nuno Russo e Nuno Domingos, Vereadores da CMS.

Ana Sofia Cardoso, Jornalista CNN, moderou o “Painel 1 - Construir o Produto, Desenvolver o Destino: Em que degrau estamos?”. Um debate que serviu para refletir sobre a Região ser “simultaneamente um produto e destino, urge, pois, efetuar uma análise diagnóstico de como é a região do Ribatejo percecionada pelos stakeholders e shareholders nesta dualidade: produto e destino. E, consequentemente – de ambos, qual o mais prioritário e o mais consolidado”. Integraram este painel: Carlos Costa, Professor Catedrático da Universidade de Aveiro na área de Turismo e Presidente da Plataforma Nacional de Turismo, Maria Salomé Rafael, Presidente do Conselho de Administração da Escola Profissional do Vale do Tejo, Teresa Ferreira, Diretora do Departamento de Desenvolvimento Turístico do Turismo de Portugal, I. P., e de Vasco Ribeiro, Professor Coordenador nos Cursos de Turismo do ISLA de Santarém.

 



Depois da pausa para café, Ana Sofia Cardoso moderou o “Painel 2 - Como Comunicar e Promover o Turismo do Ribatejo? Marca e Campanhas”. Um debate que pretendeu respostas para o desafio: “Construir ou reconstruir um destino requer (re)definir o posicionamento, alicerçado na criação e implementação de um plano de branding e marketing turístico e campanhas de marketing territorial e do destino, com foco nos mercados-alvo (targets e segmentos) prioritários, tanto nacionais quanto internacionais”. Uma reflexão que contou com os contributos dos oradores: António Lacerda, Diretor Executivo da Agência de Promoção Turística do Alentejo, Francisco Calheiros, Presidente AHRESP Santarém e Consultor de Restauração, e de Mariana Diniz, Marketing & Tourism Manager da Quinta da Lagoalva.

Depois da pausa para almoço, os trabalhos retomaram com o “Painel 3 - Atrair Investimento no Turismo do Ribatejo: Como Captar e Potenciar os Ativos Existentes?”. Uma reflexão sobre “A atração de dinâmicas de investimento público/privado é assumida como a condição sine-qua-non para a captação e alavancagem dos principais ativos, assente em sistemas de incentivos, entendida como suporte para a contínua e crescente exponenciação e exploração de ativos do território do Ribatejo”. Um debate que contou com os oradores:  Daniel Mota, Diretor Geral do Santarém Hotel, de Eduardo Abreu, Partner da Neoturis - Consultoria em Turismo, de Gonçalo Rebelo de Almeida, Partner RA Consulting – Turismo e Hotelaria, e de Sónia Sanfona, Presidente da Câmara Municipal de Alpiarça.

De seguida, teve o inicio o ”Painel 4 - Financiamento e Governança do Turismo do Ribatejo: Estratégia, Atores e Programas”. Uma abordagem sobre “os programas de financiamento, bem como políticas de governança locais/regionais a nível estratégico, tático e operacional, são estruturais para uma eficiente e eficaz consolidação do Turismo do Ribatejo na ótica do seu desenvolvimento”. Para falar deste tema, estiveram António Torres, Primeiro-Secretário do Executivo da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT), Patrícia Araújo, Diretora Geral da Biosphere Responsible Tourism Portugal, Rui Serrano, da Associação Empresarial da Região de Santarém – NERSANT, e Tiago Teotónio Pereira, da Comissão Diretiva do PO Alentejo 2020/PR Alentejo 2030.

A sessão de encerramento teve lugar às 17h30, com as intervenções de Vitor Silva, Presidente da Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo, José Santos, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, e de Pedro Ribeiro, Presidente Conselho Intermunicipal da CIMLT.



 

87 visualizações0 comentário

onde comer

telefonesuteis.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg
bannered.png
Banner Riomagic.jpg
bottom of page