Periodicidade: Diária

11/26/2022

  • comercioenoticias

CREMILDE NEVES APRESENTA NO CADAVAL NOVA EDIÇÃO DE “PEGADAS DA VIDA”


Cremilde Neves, autora natural dos Casais de Montejunto, regressou à Biblioteca Municipal do Cadaval (BMC) no último sábado, dia 19 de novembro, para apresentar a 3.ª edição da sua obra “Pegadas da Vida”, que conta agora com alguns novos poemas. O livro retrata o seu passado no Cadaval e o seu presente na Suíça, com enfoque especial, segundo a própria, nos seus pais e nos ensinamentos que deles recebeu.

A sessão foi dirigida por João Carlos Costa, célebre profissional da comunicação e amigo da escritora que, já na apresentação da 1.ª edição da obra, realizada no início de 2020, marcou presença e assinou o seu prefácio. O comunicólogo deu início à sessão tecendo rasgados elogios ao espaço que acolheu este ato, a BMC, que para João Carlos Costa «é uma das mais belas bibliotecas por onde passei ao longo da minha vida», sublinhando a necessidade de se repensar «estes espaços com o passar do tempo, para os tornar mais atrativos, principalmente para os mais novos».

«Se a história da Cremilde fosse contada, fazia-nos bem a todos. É uma história de resiliência, de muito trabalho, mas sobretudo de uma coisa que acho incrível, que é esta paixão que ela põe nas coisas e na qual ela envolve as pessoas», disse João Carlos Costa.

O orador relembrou ainda que, quando a autora iniciou o esboço da 1.ª edição, «mal conseguia perceber o que ela escrevia, tinha muita dificuldade em entender. Ela escrevia como falava, porque não teve nenhuma formação académica de português», não deixando de salientar a notória evolução da autora neste aspeto.

João Carlos Costa elogiou o apoio do Município do Cadaval a este trabalho de Cremilde Neves, «que acaba por ser uma embaixadora do Cadaval na Suíça. No fundo, a Câmara tratou de arranjar-lhe as ferramentas para ela melhorar a 100% este trabalho, porque isto também acaba por ser algo que pertence ao património do Cadaval e da região Oeste».

O Vereador João Filipe Reis, que também marcou presença no evento, começou por explicar a forma como conheceu Cremilde Neves e de que forma contribuiu para a obra apresentada. Sendo a informática a sua área profissional, o Vereador disponibilizou-se para, à distância, instalar no computador da autora um corretor ortográfico português, com o objetivo de facilitar o trabalho da escritora, «conseguimos resolver a situação e fomos mantendo uma amizade a partir daí, que se foi desenvolvendo e crescendo».

João Filipe Reis descreveu Cremilde como «uma pessoa excelente, com valores nos quais me revejo completamente, uma pessoa muito amiga dos seus amigos, que se preocupa com os outros de uma forma completamente desinteressada». Ao finalizar a sua intervenção, o Vereador explicou o processo de conceção da capa desta 3.ª edição, para a qual contribuiu significativamente.

Cremilde Neves começou por agradecer a presença do público e o todo apoio com que contou na criação do livro e salientou a surpresa que sentiu ao ver a capa desta nova edição. «Quando vi até me vieram as lágrimas aos olhos. Imaginava uma capa que se relacionasse com a minha zona, com a minha terra, mas jamais imaginei que ficasse assim… tão ‘a nossa terra’, ‘o nosso lugar’, ‘o nosso mundo’».

«Tento evoluir da forma que posso e consigo, mas não é fácil. Trabalho seis dias por semana, das 8h da manhã às 10h30 da noite, com apenas uma hora de pausa. Mas este é o meu sonho e quero, quem sabe, um dia deixar de trabalhar tantas horas para me dedicar mais àquilo que eu gosto», explicou a autora.


PUB.


A escritora cadavalense adiantou ainda que já está a trabalhar num novo livro, com o nome “No Teu Abraço” que espera publicar no final do próximo ano 2023. Esta futura publicação da autora serão aproximadamente 222 páginas de muita emoção, mas bastante diferente do presente livro “Pegadas da Vida”.

Cremilde Neves finalizou a sua intervenção deixando clara a sua intenção de um dia regressar definitivamente à sua terra natal. «Um dia quero vir para Portugal. Agora tenho que esperar que a minha filha tenha o caminho dela mais definido, mas o meu próximo objetivo é voltar para cá e fazer aqui algo para nós, para a nossa terra, algo de especial», concluiu.

O Presidente da Câmara Municipal, José Bernardo Nunes, encarregou-se do encerramento da sessão de apresentação. O autarca parabenizou a autora pelo lançamento de mais uma edição e agradeceu «o facto de ter escolhido a nossa biblioteca para vir fazer a apresentação da mesma».

Sobre o livro, o edil destacou a notória evolução na escrita de Cremilde e sublinhou «ser curioso perceber e ouvir que continuas com vontade de aprender e de evoluir, o que é muito interessante e gratificante».

No que diz respeito ao próximo livro da autora, José Bernardo Nunes frisou que a Câmara e a Biblioteca estarão sempre disponíveis para acolher a sua apresentação, deixando votos de «muito sucesso para esta edição e futuras obras».


PUB.


30 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/5

press to zoom
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

onde comer

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
telefonesuteis.jpg

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
bannered.png
314012987_493269782858541_8091892627052110800_n.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg