• comercioenoticias

CPCJ DO CADAVAL ASSINALA MÊS DA PREVENÇÃO DOS MAUS-TRATOS COM 58 LAÇOS AZUIS


A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Cadaval (CPCJC), apesar dos constrangimentos atuais, não deixou de assinalar Abril – Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância. Neste contexto, foram colocados 58 laços azuis nos locais mais emblemáticos do concelho cadavalense.

A colocação dos simbólicos laços, efetuada pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Cadaval, incluiu sedes de junta de freguesia, estabelecimentos de ensino, igrejas paroquiais, entre outros espaços locais.

Esta iniciativa tem como principal objetivo alertar as consciências da comunidade em geral para a importância da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância e para a importância do fortalecimento das famílias no sentido de uma parentalidade positiva.

Segundo adianta a Comissão, um dos grandes patamares de intervenção de uma CPCJ é a Prevenção Primária, isto é, sensibilizar antes que surjam os maus-tratos.


PUB.


“É uma responsabilidade coletiva, comunitária, da qual ninguém se pode alhear. Todos temos o dever de proteger e promover os direitos da criança”, refere Carlos Pereira, presidente da CPCJC.

A Campanha do Laço Azul começou em 1989, nos Estados Unidos da América, estado de Virgínia, quando uma avó, Bonnie Finney, amarrou uma fita azul na antena do seu automóvel para fazer com que as pessoas se questionassem, após os maus-tratos sofridos pelos seus netos. A cor azul representa, portanto, a cor das lesões corporais.


PUB.


42 visualizações0 comentário

1/8

1/8

1/4

1/7

1/8

onde comer

1/10

Periodicidade: Diária

4/16/2021

coronavirus.jpg
bannered.png

©2021 por Comércio & Notícias