• comercioenoticias

CONSELHOS PARA JOVENS INVESTIDORES


Embora o coronavírus tenha tido um impacto prejudicial e significativo na situação socioeconómica mundial, alguns aspetos positivos emergiram da pandemia.

Por exemplo, houve um aumento no interesse em investimento entre as gerações Y e Z, com estudos recentes revelando um aumento de 32% desde o final de 2018. Certamente, há uma série de fatores que contribuíram para esta tendência, mas muitos citaram o impacto socioeconómico do (Covid-19) como sendo a inspiração para investir.

Mas como se pode investir com sucesso enquanto jovem, e quais são as melhores dicas de gestão de carteiras para os iniciantes?


A importância da dedicação e da paciência

Comecemos pelo básico, pois compreender certos passos fundamentais o ajudarão a ter sucesso como investidor:

· Reconhecer a necessidade do esforço: quer negocie a tempo parcial ou a tempo inteiro, terá de reconhecer que a negociação no mercado financeiro requer esforço e dedicação. Precisará de construir uma base sólida de conhecimentos antes de arriscar o seu dinheiro enquanto ganha experiência prática e cria uma estratégia que minimiza o risco desde o início.

· Não se precipite: similarmente, é crucial que comece pequeno antes de escalar (e diversificar) os seus esforços de acordo com uma maior experiência e rentabilidade. Por exemplo, ao começar como trader de forex recomendamos que selecione apenas uma ou duas das moedas principais que apresentem altos níveis de liquidez e que sigam tipicamente movimentos de preços previsíveis.

· Gerencie as suas expectativas: embora tenha de gerir risco como investidor, no início também terá de frenar as suas expectativas. Isto pode ajudá-lo a tomar decisões informadas e responsáveis, visto que o melhor é gastar dentro dos seus meios, minimizando o montante de alavancagem que assume ao negociar em produtos derivados, tais como moedas internacionais.


A Função da Gestão da Carteira

Com o tempo, deve procurar construir uma carteira de ativos, e é importante concentrar-se na diversificação como uma forma eficaz de minimizar a exposição e o risco (particularmente em mercados voláteis).

Um bom ponto de partida é combinar ações e produtos de rendimento fixo, tais como obrigações dentro de uma única carteira, com uma proporção de 60/40 recomendado tipicamente a investidores mais maduros.

Contudo, para jovens investidores com uma conta de negociação de ações, talvez queira considerar aumentar o montante investido em ações, para poder aumentar o seu risco de uma forma manejável, enquanto procura lucros ligeiramente mais elevados.

Claro, esta é apenas uma regra geral, com tempo, pode também procurar incorporar classes de ativos alternativos, tais como forex, mercadorias e até imóveis.

Mas lembre-se, terá de adotar uma abordagem ponderada e gradual, e que o ajude a tomar decisões informadas e responsáveis.

24 visualizações0 comentário

1/8

1/9

1/7
Lino Martins - site
Lino Martins - site

Bicharada - Site
Bicharada - Site

Lino Martins - site
Lino Martins - site

1/9
Extreme Peste - Site
Extreme Peste - Site

Extreme Peste - Site
Extreme Peste - Site

1/8

onde comer

1/10
telefonesuteis.jpg

Periodicidade: Diária

8/2/2021

coronavirus.jpg
bannered.png
NOVO SANTA CASA - COVID.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg