• comercioenoticias

COMO A TECNOLOGIA 5G PODE TRANSFORMAR DIVERSOS SECTORES NO MUNDO


Em desenvolvimento há uma década, o 5G já é realidade em alguns países. A próxima geração de tecnologia de banda larga móvel pode, potencialmente, transformar vários sectores da sociedade de diversas maneiras nos próximos anos.

O 5G não só será fundamental para muitas indústrias, incluindo entretenimento, sector automotivo e logística, mas também irá auxiliar o processo de evolução tecnológica. Esses avanços também permitirão carros e autocarros conectados e direção autónoma; transporte e infraestrutura interligados; cidades inteligentes com logística e melhoria na assistência médica conectada.

Comparações entre o 4G e o 5G

Em comparação ao 4G, a tecnologia 5G promete diminuir a latência de seu antecessor, além de oferecer maior estabilidade na conexão e capacidade de conectar muitos mais dispositivos ao mesmo tempo devido ao maior poder de velocidade.

A fabricante de chips Qualcomm calcula que o 5G poderia atingir velocidades de navegação e download cerca de 10 a 20 vezes mais rápidas que o 4G. Enquanto o 4G tem velocidade de download tipicamente de 45 Mbps, o 5G deve atingir 500 a 1500 Mbps — isso significa que um filme de alta definição pode ser baixado em cerca de um minuto.

Cidades inteligentes

A implementação do 5G permitirá que as cidades manipulem dados de milhões de dispositivos IoT (capazes de estender a possibilidade de conexão a diversos outros dispositivos) e instalem sensores de baixa energia com larga vida útil com a possibilidade de durar alguns anos. Isso expandirá sua capacidade de gerenciar de forma inteligente o fluxo de tráfego, uso de energia, qualidade do ar, segurança pública e muito mais.

Portugal é um dos países da Europa mais avançados na questão das cidades inteligentes. Em janeiro deste ano, Rui Gidro, partner da empresa de consultoria Deloitte, declarou ao Dinheiro Vivo que as cidades portuguesas têm avançado significativamente nas questões de mobilidade urbana sustentável, iluminação pública inteligente e outras tantas tecnologias inovadoras.

Direção autónoma

A padronização uso da tecnologia 5G para que veículos conversem entre si deve promover a corrida pelos carros autónomos a outro patamar nos próximos anos.

De acordo com Kevin Vincent, diretor do Centro de Pesquisa de Automóveis Autónomos e Conectados, da Universidade de Coventry (Inglaterra), carros autónomos devem estar no mercado até 2025.

“Estamos a trabalhar com a meta de termos os primeiros veículos disponíveis em 2025 e, os mais avançados, em 2030. Em 2025 esperamos ter um cenário em que o carro possa levar passageiros de um ponto a outro, em uma trajetória pré-determinada, sem interação com o motorista”, disse Kevin Vincent, em entrevista para a Agência Brasil.

Para que os carros sejam 100% autónomos, eles precisam se comunicar com os veículos ao seu redor para evitar acidentes e minimizar o congestionamento. Também é necessária a sincronização dos carros com semáforos, sinais de trânsito e outros componentes.

Porém, como a comunicação entre automóvel e trânsito necessita ser instantânea para que não haja acidentes, isso só será possível com a velocidade e baixa latência da tecnologia 5G.

Entretenimento online mais eficiente

No entretenimento online, a tecnologia 5G pode ampliar consideravelmente a base de clientes em áreas remotas, onde as tecnologias de banda larga não conseguem oferecer aos usuários uma internet de conexão estável.

Portanto, com a implementação da tecnologia 5G, grandes plataformas de entretenimento que exigem conexão estável e constante, como a Netflix e o PokerStars Casino, irão crescer ainda mais no sector.

De acordo com a Ovum, empresa estadunidense especializada em pesquisas, os assinantes de 5G em todo o mundo devem chegar a 1,9 bilhão em 2024. Sendo assim, as empresas de entretenimento poderão oferecer serviços de maior qualidade aos seus clientes.

Medicina: procedimentos cirúrgicos à distância

Cirurgias à distância realizadas com tecnologia 5G são uma realidade em alguns países. Em março de 2019, o neurocirurgião Ling Ziphei e o Hospital Geral PLA chinês (PLAGH) realizaram uma cirurgia a pouco mais de 3 mil km de distância com a tecnologia 5G.

Para procedimentos à distância, as ações do robô no paciente necessitam acontecer praticamente em tempo real após o comando do médico — daí a importância de uma conexão de alta velocidade e baixa latência.

Através de um programa desenvolvido pela equipa de Cirurgia Endócrina do Hospital CUF Descobertas, Portugal é pioneiro na remoção de nódulos da tiróide — sem cicatriz visível — por cirurgia robótica.

Desafios do 5G

O 5G requer uma nova visão e realidade, juntamente com a capacidade de adotar novos modelos operacionais e de negócios. Portanto, o processo de implementação da nova tecnologia pode requerer mais tempo em algumas áreas e nem todos os países terão recursos financeiros para instalar uma ampla rede de cobertura de 5G.

78 visualizações

1/9

1/10

1/7

1/8

1/9

onde comer

1/5

Periodicidade: Diária

9/20/2020

coronavirus.jpg
bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias