• comercioenoticias

CENTRAL FRUTEIRA DO BOMBARRAL TEM 11 TRABALHADORES INFETADOS COM COVID-19


Os outros 320 funcionários estão a ser testados

A diretora do Agrupamentos dos Centros de Saúde Oeste Norte, Ana Pisco, confirmou esta quinta-feira, 4 de junho, à agência Lusa, que existem 11 trabalhadores infetados por covid-19 numa central fruteira do concelho do Bombarral, e que as autoridades de saúde já começaram a realizar testes aos outros 320 funcionários.

Ana Pisco informou que estes 11 trabalhadores já se encontram em isolamento profilático, e que, até sexta-feira, todos os trabalhadores da central fruteira vão ser testados. "A central fruteira está nas nossas prioridades de testagem, porque os testes estavam marcados para segunda-feira e foram antecipados por o surto estar a evoluir", explicou a diretora do Agrupamentos dos Centros de Saúde Oeste Norte.

Os primeiros casos de infeção, cujos resultados foram conhecidos na segunda-feira, "estão relacionados com o facto de haver trabalhadores a conviver sem máscara uns com os outros durante a hora de almoço", explicou à Lusa Joana Torres, diretora de recursos humanos da empresa.

Até hoje, o surto "ainda não está a pôr em causa o fornecimento" de frutas para o mercado externo e para três cadeias de hipermercados, mas, "se o foco de infeção aumentar, pode pôr em causa" esse fornecimento, admitiu a responsável da empresa.

Desde o início da pandemia que, dentro da central fruteira, os trabalhadores usam máscara, desinfetam as mãos e o calçado com regularidade, no âmbito do plano de contingência, que aumentou para hora e meia o intervalo entre o fim do primeiro turno e o início do segundo para não haver cruzamento de trabalhadores.


PUB.


A empresa dividiu também os trabalhadores por várias pausas para o almoço e lanche, para evitar a aglomeração de pessoas.

Desde que os primeiros casos de infeção surgiram que a central está a seguir todas as recomendações das autoridades de saúde, garantiu Joana Torres.

Questionada sobre o surto no Bombarral, a diretora-geral da Saúde disse hoje em conferência de imprensa, que "é uma zona onde é utilizada mão de obra temporária" em explorações agrícolas e "está sob grande incidência e observação das autoridades de saúde".

Graça Freitas adiantou que "há vistorias programadas e a serem efetuadas em relação a diversas empresas e há planos para fazer testes a todas as empresas de maior risco".

A diretora-geral da Saúde apelou aos trabalhadores para que cumpram os planos de contingência das empresas, alertando que "não há risco zero", nem "plano de contingência infalível".

A Câmara Municipal do Bombarral já emitiu um comunicado sobre esta situação: “No concelho do Bombarral foram hoje registados mais cinco novos casos positivos de Covid-19, passando a um total de 12 casos confirmados, dos quais 7 estão ativos. Trata-se de colaboradores de uma empresa local, na qual se registaram ainda outros casos confirmados, contudo com área de residência fora do concelho do Bombarral”, pode ler-se.

Ricardo Fernandes, Presidente da Câmara Municipal do Bombarral, referiu ainda que “a autoridade de Saúde local e o Coordenador Municipal de Proteção Civil já reuniram com os responsáveis da empresa, tendo verificado o cumprimento das medidas definidas no Plano de Contingência”, acrescentando que “o levantamento das medidas de confinamento leva a que algumas pessoas tenham a falsa sensação de que a fase de maior risco já passou”.

Saliente-se que a Câmara Municipal do Bombarral marcou uma conferência de imprensa para amanhã, sexta-feira, pelas 13:00 horas, no Auditório Municipal do Bombarral, onde se dará conta da evolução da situação epidemiológica da Covid-19 no concelho do Bombarral.

Entretanto, a Proteção Civil do Bombarral apela para que seja mantida a serenidade e para que sejam cumpridas todas as recomendações da Direção-Geral da Saúde e das demais autoridades. Em caso de sintomas, apela-se à população que utilize a linha SNS24 (808 24 24 24).


PUB.



2,282 visualizações

1/9

1/10

1/8

onde comer

1/5

Periodicidade: Diária

10/26/2020

coronavirus.jpg
bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias