• comercioenoticias

CARTAXO VAI REQUALIFICAR O LAGO DOS PATOS


A Câmara Municipal do Cartaxo adjudicou, no dia 27 de janeiro, a obra de requalificação do Lago dos Patos, espaço integrado no jardim central da cidade. Os trabalhos decorrerão durante o mês de fevereiro e têm um prazo de execução de 30 dias.

A intervenção prevê um investimento de cerca de 15 mil euros (14.096,11 + IVA), para a instalação de equipamentos eletromecânicos de tratamento e recirculação da água, diversas reparações no fundo e paredes do tanque, assim como, a instalação de uma fonte lúdica e iluminação subaquática.

Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, informou que a obra vai permitir “garantir a qualidade da água e melhorar as características estruturais do próprio tanque, para além de introduzir iluminação subaquática, antes inexistente e criar uma fonte iluminada” que, segundo o presidente da Câmara “devolverá ao Lago dos Patos a dignidade que todos queremos para aquele espaço”.

O autarca destacou o trabalho da Divisão de Ambiente e Obras Municipais, que “vai permitir, logo que terminados os ensaios técnicos necessários, o regresso dos animais àquele espaço, o que deverá ocorrer em março”.

Pedro Nobre, vereador responsável pelo pelouro de Gestão e Manutenção dos Espaços Verdes, confirmou que “a requalificação do Lago dos Patos integra um plano de trabalho de beneficiação paisagística do espaço envolvente ao Lago, bem mais abrangente”, que será iniciado logo que terminadas as obras agora adjudicadas.

Neste espaço foi já instalado o primeiro de três postos de abastecimento para veículos elétricos, cada um com duas tomadas, que estarão a funcionar na cidade do Cartaxo – os restantes postos serão instalados no parque de estacionamento subterrâneo. A entrada em funcionamento deste posto depende da empresa Mobi.E – responsável pela gestão da rede de abastecimento dos carros elétricos no país.

20 visualizações

1/9

1/9

1/8

1/6

onde comer

Periodicidade: Diária

12/1/2020

coronavirus.jpg
bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias