Periodicidade: Diária

5/18/2022

  • comercioenoticias

CARTAXO: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO ESCOLAR JÁ TEM PROJETOS VENCEDORES


Desde o dia 5 de maio, o Orçamento Participativo Escolar (OPE), organizado pela Câmara Municipal do Cartaxo, andou nas escolas do concelho. Alunos e alunas do 2.º Ciclo de ensino básico, coordenados pelos seus professores, debateram o que consideravam prioritário para a sua escola, reuniram orçamentos e apresentaram as propostas aos colegas, que as votaram.

No Agrupamento de Escolas D. Sancho I de Pontével a votação das duas propostas apresentadas decorreu online. O vencedor foi o projeto da turma 6.º A, que assim assegurou 5 mil euros para a criação de uma área de lazer no exterior da Escola Básica 2, 3 de Pontével. A proposta previa a aquisição e instalação de um toldo que irá proteger do sol e da chuva, os bancos de cimento já existentes naquele estabelecimento de ensino, assim como, a aquisição de um cesto de basquetebol que permita a prática da modalidade no espaço exterior.

No Agrupamento de Escolas Marcelino Mesquita do Cartaxo, a votação das propostas decorreu de modo presencial, no dia 18 de junho e também aqui a valorização do espaço exterior saiu vencedora. A proposta da turma 6.º F, aquisição e instalação de um toldo que permita aos alunos desfrutar do espaço, ao que se junta a aquisição de balizas amovíveis para a prática desportiva.

Os projetos vencedores conquistaram, assim, os 10 mil euros de investimento que a Câmara Municipal do Cartaxo atribuiu ao orçamento Participativo Escolar em 2021 – 5 mil euros para cada agrupamento de escolas.


PUB.


O Orçamento Participativo Escolar envolve toda a comunidade educativa e é para continuar no próximo ano letivo

A Câmara Municipal do Cartaxo, organiza o Orçamento Participativo Escolar em parceria com os agrupamentos de escolas e associações de pais.

Os alunos e as alunas são desafiados a “desenvolver propostas que possam dar resposta ao que consideram prioritário para as suas escolas”, explicou Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, que acompanhou a votação presencial na EB 2,3 Marcelino Mesquita.

Para o autarca, o Orçamento Participativo Escolar que “decidimos lançar com um projeto piloto em 2016, foi desde logo um sucesso pela participação entusiasmada de crianças e jovens, mas também pelo empenho que os professores e as direções de agrupamento dedicaram ao projeto”.

A participação das crianças e dos jovens no Orçamento Participativo Escolar tem como objetivo “promover a participação na vida pública, o entendimento da comunidade escolar como espaço de integração social e a prática da cidadania como fator de concretização dos valores da democracia”, defendeu o presidente da Câmara Municipal, que assegurou que “a continuidade do projeto é essencial. Mais do que o valor de 10 mil euros anuais que atribuímos aos agrupamentos, este projeto vale pelo que ensina às crianças e aos jovens sobre o valor de debater ideias, procurar consensos e participar na construção da escola enquanto espaço de inclusão”.

O Agrupamento de Escolas D. Sancho I de Pontével, não contou com a sessão de voto presencial. “Uma opção do agrupamento que inovou no modo como organizou este Orçamento Participativo Escolar, mostrando como a participação pública pode ser promovida com recurso às novas tecnologias, mantendo o foco no que é essencial – a valorização da partilha e da busca de soluções para problemas comuns à comunidade da escolar”, explicou o autarca.


PUB.


16 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/5

press to zoom
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

onde comer

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/12
telefonesuteis.jpg
Festival da Codorniz.jpg
bannered.png
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg