• comercioenoticias

CAMIONISTA RIOMAIORENSE FOI DETETADO NA FRONTEIRA COM COVID-19

Atualizado: Mar 27



Regressava de Espanha e está internado no Centro Hospitalar da Cova da Beira, na Covilhã

Um camionista residente na cidade de Rio Maior foi detetado na manhã desta quinta-feira, 26 de março, com sintomas de Covid-19 quando regressava de Espanha, tendo sido assistido por uma equipa média e posteriormente transportado para o Centro Hospitalar da Cova da Beira, na Covilhã, unidade hospitalar onde se encontra internado, tendo o resultado se revelado positivo.

Ao que o Comércio & Notícias apurou este homem vive sozinho em Rio Maior.

Também durante a tarde de hoje foi conhecido o resultado do teste a uma mulher de 42 anos, funcionária da Panpor, em Rio Maior, a qual tinha sido testada ontem no Hospital de Santarém, tendo o resultado dado negativo.

O Comércio & Notícias sabe que a linha de produção desta empresa de panificação, sediada na Zona Industrial de Rio Maior, onde a pessoa em causa trabalha parou hoje como medida de segurança para com os outros trabalhadores, aproveitando a empresa, que cumpre normas de segurança bastante rígidas, para proceder a serviços de limpeza naquele local.

Ainda assim, devido ao elevado stock existente, a empresa irá parar a produção durante o dia de amanhã, aproveitando para efetuar serviços de higienização em toda a fábrica.

A Panpor é uma empresa riomaiorense que continua a laborar, de forma a continuar a alimentar Portugal e o Mundo.

No concelho de Rio Maior não foram hoje conhecidos novos casos suspeitos, mantendo-se 12 pessoas em vigilância ativa nas suas habitações.

Entretanto, nas últimas horas foram conhecidos mais 3 casos de infeção pela Covid-19 no concelho do Cartaxo, aumentando assim para 12, tornando-se agora este concelho o que regista o maior número de infetados no Distrito.

Santarém mantém os 11 casos que já tinha ontem. Em Torres Novas e Alpiarça, concelhos que até ao momento não tinham casos, ficaram a ser conhecidos os primeiros, sendo que neste último concelho registaram-se dois casos, tratando-se de marido e mulher.

Voltando ao Cartaxo os números começam a ser preocupantes uma vez que se encontram 49 pessoas em vigilância ativa, tendo a Delegada de Saúde local salientado que estes números têm tendência a aumentar.

Saliente-se que o Distrito de Santarém registou ontem as duas primeiras vítimas mortais provocadas pela Covid-19. Um homem de 68 anos, residente em Bugalhos, no concelho de Alcanena, morreu no Hospital de Abrantes, enquanto que um outro de 95 anos, residente em Tomar morreu no Hospital local Nossa Senhora da Graça.

Os últimos dados divulgados hoje, 26 de março, pela Direção Geral de Saúde (DGS), apontam para 60 morte em Portugal provocadas pela Covid-19, mais 17 do que os registados ontem.

Existem neste momento 3544 infetados, mais 549 do que ontem, e 43 recuperados da infeção causada pelo novo coronavírus.

Saliente-se que o país entrou na terceira fase do combate à pandemia, a de mitigação, que já prevê o contágio comunitário.

Aguardam resultados laboratoriais 2145 cidadãos e 14994 estão em vigilância pelas autoridades de saúde.

0 visualização

1/8

1/9

1/6

1/7

1/7

onde comer

1/6

Periodicidade: Diária

7/5/2020

bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias