Periodicidade: Diária

10/3/2022

  • comercioenoticias

CALDAS DA RAINHA: PSP DETEVE HOMEM QUE ESFAQUEOU MULHER NO INTERIOR DE UM APARTAMENTO

Atualizado: 11 de abr.


A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Caldas da Rainha deteve na noite da última quinta-feira um homem de 62 anos de idade, após este ter esfaqueado a sua mulher, de 58 anos, num braço e na zona abdominal, no interior do apartamento onde residem na cidade de Caldas da Rainha.

Na sequência do referido ataque, alguns vizinhos residentes no mesmo prédio ouviram os gritos de aflição e de pedido de ajuda e socorro, tendo de imediato ligado às autoridades.

A PSP montou um dispositivo no terreno, envolvendo várias valências policiais, com vista à deslocação para o local e evitar a possível fuga do suspeito do local onde ocorrera a tentativa de homicídio em contexto de violência doméstica.

À chegada dos meios de socorro a vítima encontrava-se ensanguentada e em estado grave. No momento da chegada dos polícias, o agressor fechou-se no interior da residência sendo que, a dado momento, deixou de responder aos chamamentos estabelecidos. A polícia viu-se então obrigada a arrombar a porta para intercetar o agressor.


PUB.


A vítima encontra-se livre de perigo, após ter sido submetida a uma intervenção cirúrgica no Centro Hospitalar do Oeste de Caldas da Rainha.

O agressor foi na altura internado no hospital visto ter ingerido previamente dezenas de comprimidos e consumido bebidas alcoólicas.

Ao Comércio & Notícias uma vizinha, que solicitou o anonimato, revelou que o agressor é professor num estabelecimento de ensino em Rio Maior, salientando que existem rumores de que a mulher lhe gastava todo o dinheiro, sendo que as divergências entre este casal são já bastante antigas.

Entretanto, indiciado da prática de um crime de homicídio qualificado, na forma tentada, o homem foi no passado dia 12 presente a primeiro interrogatório judicial, tendo o Tribunal de turno, em consonância com o promovido pelo Ministério Público, determinado que o arguido aguardasse os ulteriores termos do inquérito sujeito à medida de coação de prisão preventiva.


PUB.



4.680 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/10

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/5

press to zoom
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

onde comer

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/11
telefonesuteis.jpg
bannered.png
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg