©2020 por Comércio & Notícias

  • comercioenoticias

CADAVAL: PRESÉPIO GIGANTE ATRAIU CERCA DE 7.500 VISITANTES


Cerca de 7.500 pessoas quiseram apreciar, de perto, o presépio de grandes dimensões que constituiu o ponto alto da animação natalícia no Cadaval. A quadra que agora termina contou com diversas atividades alusivas, que visaram a boa disposição, mas também a promoção do comércio local, sem esquecer a vertente solidária.

Cerca de três semanas é o tempo de montagem do presépio “gigante” que marcou a temporada de Natal no Cadaval, um projeto da autoria do conterrâneo Rui Martins, pedreiro de construção civil, residente em Alguber. À data, a construção, patente até dia 5 do corrente no Mercado Municipal, teve a visita de perto de 7.500 visitantes, de dentro e fora da região.

Ocupando uma área total de 120 m2, o presépio cadavalense constitui-se por cerca de 500 figuras natalícias. Para além de musgo, foram utilizados, na sua montagem, materiais tão diversos como tijolos, terra de jardim, areia (fina e grossa), troncos de árvores, espuma, esferovite, pedras rústicas, tábuas, ripas de madeira, entre outros elementos.

Rui Martins encontrou, nesta arte, uma «forma de ocupar os tempos livres». A sua dedicação «extrema» a este presépio fê-lo crescer, ano após ano, com a feitura de mais casas e aquisição de mais peças, segundo refere o próprio.

Antes de chegar à sede do Concelho do Cadaval, o presépio passou já, em anos anteriores, pela coletividade de Alguber e ainda pelas localidades de Gaeiras, Óbidos e Alenquer.

Da animação infantil à vertente solidária

A inauguração da iluminação e da exposição de esculturas de Natal aconteceu logo a 1 de dezembro, tendo contado com atuação da Banda Filarmónica do Cadaval. Seguiu-se, também, a abertura oficial do acima mencionado Presépio de Natal, no Mercado Municipal.

De salientar que o Município, a par da habitual iluminação das principais artérias da vila, voltou a montar uma árvore de Natal no centro da Praça da República, desta feita com um total de cerca de 15 metros de altura, contados até à extremidade da estrela.

Também a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Cadaval voltou a iluminar, e a acender na mesma ocasião, a torre de comunicações. Considerando também os 15 metros do edifício da torre, a árvore dos bombeiros ergueu-se a mais de 50 metros do solo.

A animação natalícia prosseguiu nos sábados de 7 e 14 de dezembro, com uma ação de promoção que consistiu num circuito de personagens de Natal pelo comércio da vila.

No dia 14, a Praça da República acolheu a animação própria da época, com ateliês de Natal da biblioteca e museu municipais, pinturas faciais, esculturas de balões, insuflável gigante, a par de um mercado de Natal, com artesanato e produtos locais.

No sábado seguinte, a magia natalícia foi deslocada, em virtude do mau tempo, para o pavilhão João Corrêa, marcada pela presença do Pai Natal, que distribuiu 400 prendas às crianças comparecentes. A Câmara voltou, antecipadamente, a deixar convites, nas escolas de 1.º ciclo e jardins públicos, a informar a pequenada da presença do “velho das barbas” naquela data.

A jornada festiva incluiu também, nesse mesmo dia, parada de Natal, pinturas faciais, esculturas de balões e insuflável gigante, bem como ateliês e mercado acima referidos.

Durante a quadra, esteve patente, no centro da vila, uma mostra de esculturas de Natal das escolas e das IPSS – Instituições Particulares de Solidariedade Social do Concelho, reunindo cerca de 20 trabalhos.

A Câmara voltou a lançar o desafio, aos comerciantes da vila, para aderirem ao Concurso “Natal é no Comércio Tradicional”, o qual se desenrolou ao longo de todo o mês de dezembro, nos 17 estabelecimentos aderentes, a saber: Óptica Central do Cadaval, Kuka Pazza, restaurante A Telha, restaurante Pátio da Serra, Pavioeste, Marymada – Loja Mundicores, Duovisão, Carminha, Tecalça, mercearia Tutti-Frutti, SuperCastanholas, peixaria Golfinho, O Bambino, Kontra-K, Cadaval Cor, loja João Albino Sousa Coelho e ourivesaria Kayné.

Após sorteio, a iniciativa culminará com ação de entrega de prémios aos clientes vencedores, a ter lugar dia 13, pelas 10h30, no edifício camarário, no âmbito das comemorações do Feriado Municipal.

Na vertente social, e para que o Natal chegasse de facto a todas as famílias, o Município voltou a preparar cabazes de Natal para entregar, nesta quadra, a famílias socioeconomicamente desfavorecidas do Concelho, tendo por referência agregados indicados pelas juntas de freguesia e pelo serviço de ação social camarário. Foram entregues 89 cabazes, abrangendo 234 pessoas e contemplando também, para as crianças, brinquedos cedidos pela instituição “Entrajuda” – Associação para o Apoio a Instituições de Solidariedade Social.

36 visualizações

1/8

1/7

1/4

1/7

1/6

onde comer

1/9

Periodicidade: Diária

31-03-2020

Banner Riomagic.jpg