• comercioenoticias

CÂMARA DE TORRES NOVAS APOIA BOMBEIROS COM 75 MIL EUROS PARA AQUISIÇÃO DE AUTOESCADA


Na reunião camarária realizada ontem, 16 de dezembro, foi aprovada uma comparticipação de 75 mil euros a atribuir à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Torrejanos para aquisição de uma autoescada.

A auto escada é um equipamento importante montado sobre uma viatura, que permite realizar ações de socorro e de salvamento a 54 metros de altura, com eixo direcional e ângulo de 45 graus, podendo ainda ser utilizada em diversas situações, nomeadamente: combate a incêndio, salvamento, evacuação e transposição de vitimas, salvamentos em alturas negativas, contenção de abelhas ou vespas, após esgotados todos os recursos e eventos envolvendo árvores, entre outras.

Na mesma reunião foi também aprovada uma comparticipação no montante de 30 mil euros a atribuir à Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas para trabalhos de reabilitação da Igreja de Nossa Senhora do Carmo, junto ao Convento do Carmo.

Devido ao atual estado do reboco existe a necessidade de intervenções ao nível da conservação e reabilitação, de modo a eliminar os defeitos que estão a causar infiltrações, estando previstas intervenções na parede lateral da Capela Mor (traseira da Igreja), na parede interior (entre a capela-mor e torre sineira) e na torre sineira.

A Igreja de Nossa Senhora do Carmo fez parte do antigo Convento de S. Gregório Magno e foi fundada em 1558, depois de D. Jaime de Lencastre, bispo de Ceuta e prior da Igreja de São Pedro, ter doado aos Carmelitas Calçados uma ermida, já então com a invocação de São Gregório, bem como os terrenos que lhe estavam anexos, para a edificação de um convento. Em 1866, por determinação do rei D. Luís I, o convento passou para a posse da Misericórdia para nele se instalar o hospital, que ali funcionou desde o final de 1882 a setembro de 2000. A Igreja encontra-se classificada como Imóvel de Interesse Público.

A autarquia torrejana decidiu ainda atribuir uma comparticipação de 20 mil euros ao Centro de Bem Estar Social da Zona Alta (CBESZA) de forma a apoiar a requalificação do imóvel designado «Apartamento de Autonomia».

Adquirido pela instituição em 2017, este imóvel funciona como um complemento à valência de Lar de Infância e Juventude (LIJ) e tem como objetivo apoiar jovens sem suporte familiar que foram acolhidos no Lar de Infância e Juventude, que têm mais de 16 anos e a autonomização como projeto de vida.

O Centro de Bem Estar Social da Zona Alta (CBESZA), integra o Conselho Local de Ação Social (CLAS) de Torres Novas, desde a sua implementação, sendo reconhecido no território, pelo seu trabalho ao nível da população infantojuvenil e sénior. Esta instituição representa ainda, no Núcleo Executivo, as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), com assento no CLAS, sendo um parceiro ativo ao nível da elaboração de instrumentos de planeamento social, designadamente, Diagnóstico Social, Plano de Desenvolvimento Social 2017-2021 e Planos de Ação Bianuais da Rede Social.

20 visualizações

1/9

1/9

1/8

1/6

onde comer

Periodicidade: Diária

12/4/2020

coronavirus.jpg
bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias