top of page

Periodicidade: Diária

2/25/2024

  • comercioenoticias

CÂMARA DE SANTARÉM GARANTE INVESTIMENTO DE 5 MILHÕES PARA HABITAÇÃO A CUSTOS CONTROLADOS



PUB.


No âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), a Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT) e o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) assinaram esta sexta-feira, 22 de dezembro, um protocolo de cooperação tendo em vista o investimento no valor de aproximadamente cinco milhões de euros no Município de Santarém com o objetivo de garantir a oferta de 42 fogos para serem disponibilizados no “Mercado de Arrendamento a Preços Acessíveis”.

Uma cerimónia que contou com a presença de Marina Sola Gonçalves, Ministra da Habitação, Filipa Serra, Vice-presidente do IHRU, Pedro Ribeiro, Presidente da CMLT, Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal de Santarém, Inês Barroso e Isaura Morais, Deputadas por Santarém na Assembleia da República, entre outros Presidentes da CMILT e outras personalidades que se associaram ao evento.

Ricardo Gonçalves, Presidente da autarquia escalabitana referiu durante a cerimónia que “este protocolo de cooperação irá colmatar uma necessidade identificada no Concelho e tornará Santarém mais atrativo e acessível para todos os que pretendem iniciar a sua vida e percurso profissional em Santarém”.



As habitações a edificar em Santarém destinam-se a oferta habitacional com rendas acessíveis, dando resposta às famílias que não encontram respostas no mercado tradicional por incompatibilidade entre os seus rendimentos e as rendas praticadas.

Um dos projetos contemplado neste protocolo de cooperação incluí a construção de 34 fogos no loteamento municipal existente no conhecido “Bairro 16 de Março” bem como a requalificação de imóveis municipais no Centro Histórico da Cidade – Travessa da Roda (2 fogos), Travessa dos Pasteleiros (2 fogos) e na Rua José Paulo (4 fogos).

Importante ainda referir que a componente da Habitação integra o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) e “visa dar resposta às carências estruturais e permanentes ou temporárias no domínio da habitação, sendo o IHRU a entidade responsável pela execução dos investimentos RE-C02-i01 (Programa de Apoio ao Acesso à Habitação), RE-C02-i02 (Bolsa Nacional de Alojamento Urgente e Temporário) e RE-C02-i05 (Parque Público de Habitação a Custos Acessíveis).



91 visualizações0 comentário

onde comer

telefonesuteis.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg
bannered.png
Banner Riomagic.jpg
bottom of page