• comercioenoticias

CÂMARA DE SANTARÉM APROVA ORÇAMENTO DE 64,1 MILHÕES DE EUROS PARA 2021


A Câmara Municipal de Santarém aprovou ontem, dia 2 de dezembro, em reunião do Executivo Municipal, o orçamento para 2021, no valor de 64,1 milhões de euros, dos quais 20,3 milhões são referentes a investimento e mais de 6,2 milhões euros de transferências para as freguesias.

Ricardo Gonçalves, Presidente da Câmara destacou que, perante uma das maiores crises da história recente da humanidade, ao “preparámos o orçamento municipal de 2021, que aqui apresentamos, não nos resignámos, não nos detivemos pelo receio da incerteza ou da ameaça. Ao invés, preferimos basear a gestão desta crise na confiança, na responsabilidade, na autoproteção e na solidariedade.”

Neste sentido, este orçamento pretende criar condições para ajudar as organizações e as pessoas a concretizarem a transformação de que necessitam para acompanhar o futuro, mantendo o caminho de concretização da estratégia de crescimento económico e social sustentado, que tem vindo a ser desenvolvida, mantendo a aposta forte na educação, no desporto, na cultura, no apoio aos parceiros, às freguesias, às associações, envolvendo-os no projeto de crescimento e continuando a apostar na competitividade, no empreendedorismo e captação de novos investimentos, na inclusão, na redução das desigualdades e na sustentabilidade.


PUB.


Assim, para concretizar esta estratégia de crescimento, o documento apresentado assenta em 6 eixos estratégicos: aproveitar ao máximo o presente quadro comunitário de apoio; reforço do apoio às freguesias e às associações, promovendo assim um Concelho mais descentralizado que promove a igualdade de oportunidades e a coesão territorial; consolidação de Santarém como um concelho inclusivo e com uma educação de excelência; afirmação de Santarém como destino de turismo, de cultura e de lazer; consolidação financeira; e desenvolvimento económico.


PUB.





42 visualizações0 comentário

1/10

1/9

1/7

1/7

1/6

onde comer

Periodicidade: Diária

1/21/2021

coronavirus.jpg
bannered.png

©2021 por Comércio & Notícias