• comercioenoticias

AZAMBUJA: QUASE METADE DOS TRABALHADORES DA AVIPRONTO ESTÃO INFETADOS COM COVID-19


Empresa de produtos alimentares tem 240 funcionários

Após a empresa ter sido encerrada pelas autoridades de saúde no último sábado, 2 de maio, quando foram detetados 38 funcionários infetados com Covid-19, ficaram ontem, 6 de maio, a ser conhecidos os resultados dos testes aos restantes trabalhadores, tendo-se verificado a existência de mais 63 casos de infeção provocada pelo novo Coronavírus, o que eleva para um assustador número de 101 os trabalhadores daquela empresa infetados.

Esta empresa sediada na Estrada Nacional 3, em Azambuja, emprega 240 trabalhadores e deverá “ser alvo ainda durante a tarde desta quinta-feira, 7 de maio, alvo de uma vistoria”, disse fonte da autarquia azambujense.

“Nas análises aos trabalhadores foram detetados 101 casos positivos, havendo ainda quatro inconclusivos e que têm de ser repetidos”, informou Luís de Sousa, presidente da Câmara Municipal de Azambuja.


PUB.


Para Luís de Sousa “mais importante do que reabrir, é reabrir cumprindo todas as condições de segurança”, considerando por isso que o mais prudente “será reabrir a empresa na próxima semana”.

Segundo o autarca, “além dos 101 casos na Avipronto, foram detetados dois noutra empresa, a Solvensen, que estão a ser devidamente acompanhados”.

O presidente lembrou que, entre Azambuja e Vila Nova da Rainha, existem “220 empresas com cerca de 8.500 trabalhadores”, voltando a considerar “essencial que a CP aumente o número de carruagens”.

“Diariamente, chegam a Azambuja milhares de pessoas, provenientes de várias zonas, é urgente evitar que viajem como ‘sardinha em lata’”, disse.

Luís de Sousa pede por isso à CP mais carruagens, para que possa ser garantida a segurança dos passageiros.


PUB.


952 visualizações

1/9

1/10

1/4

1/7

1/7

onde comer

1/10

Periodicidade: Diária

6/3/2020

bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias