• comercioenoticias

APAV ASSINALA 30 ANOS COM EXPOSIÇÃO NO CENTRO CULTURAL DO CARTAXO


A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), em parceria com a Câmara Municipal do Cartaxo, organizou uma exposição que assinala três datas – o 30.º aniversário da APAV, o primeiro ano de trabalho do Gabinete de Apoio à Vítima, que funciona no Cartaxo desde outubro 2019, quando as duas instituições estabeleceram um protocolo de colaboração, e o Dia Municipal para a Igualdade, que se comemora no dia 24 de outubro.

Constituída por materiais de campanhas de sensibilização promovidas pela APAV ao longo de 30 anos de apoio às vítimas de crime, a exposição chama a atenção para o facto de a APAV “apesar ser reconhecida pelas ações desenvolvidas no apoio a vítimas de violência doméstica – que de facto representam cerca de 90% do nosso trabalho –, atuar junto de vítimas de outro tipo de crimes”, como explicou Gustavo Duarte, representante da APAV.

Durante a visita inaugural à exposição, Gustavo Duarte referiu a importância social do apoio às vítimas de crime e de reforçar as ações de sensibilização na comunidade. “A APAV tem feito um caminho que é agridoce”, afirmou, lembrando que o aumento do número sinalizado de vítimas de crime resulta também da maior sensibilização da comunidade para o problema e da procura de soluções pelas próprias vítimas.

Lembrando que “o primeiro passo para resolver problemas é assumir a sua existência”, Pedro Magalhães Ribeiro, presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, destacou a importância para o reforço que o protocolo com a APAV permitiu, ao acrescentar ao trabalho em rede que já existia, uma maior proximidade à população e a possibilidade de as vítimas encontrarem uma resposta pronta e especializada no seu próprio concelho, perto da sua comunidade.

Também para Fernando Amorim, vice-presidente da Câmara Municipal e responsável pelo pelouro de Ação Social e Saúde, a criação do “Gabinete de Apoio à Vítima, trouxe aos serviços técnicos quer da autarquia, quer da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Cartaxo, uma ligação mais rápida, mais próxima e de maior eficácia entre serviços e instituições, permitindo encaminhar as vítimas de crime para soluções concretas e especializadas”.

A exposição pode ser visita no Centro Cultural do Cartaxo até ao próximo dia 24 de outubro, no horário do Centro Cultural do Cartaxo.


PUB.


Gabinete de Apoio à Vítima funciona há um ano no Cartaxo

A Câmara Municipal e a APAV, estabeleceram em 2019 uma parceria de colaboração que permitiu a instalação e funcionamento de um Gabinete de Apoio à Vítima no Cartaxo. O Gabinete tem como principal objetivo proporcionar aos munícipes uma resposta especializada na área.

De acordo com o protocolo estabelecido entre as duas instituições, a Câmara Municipal cede as instalações necessárias ao funcionamento do Gabinete e comparticipa a APAV financeiramente, com 5 mil euros anuais.

Desde outubro de 2019, a APAV presta – semanalmente e sempre que as situações urgentes o justificam –, serviços de apoio emocional, jurídico, psicológico e social às vítimas de crime, no âmbito das atividades da Equipa Multidisciplinar de Apoio à Vítima (EMAV) e em articulação com as restantes estruturas e respostas locais.

O protocolo estabelecido há um ano prevê também ações de informação e de sensibilização dirigidas à população, sobre a problemática dos crimes conta a integridade física e psicológica.

O Gabinete funciona às terças-feiras, das 09h30 às 12h30, na Rua Marcelino Mesquita, no Cartaxo, nas instalações municipais onde já funcionam os serviços de Ação Social e Saúde do Município, assim como, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens do Cartaxo (CPCJ).

Horário da exposição:

Quarta e quinta feira - 17h00 às 20h00

Sexta-feira - 17h00 às 22h00

Sábado - 15h00 às 22h00


PUB.


25 visualizações

1/9

1/10

1/8

onde comer

1/5

Periodicidade: Diária

10/29/2020

coronavirus.jpg
bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias