• comercioenoticias

AO FIM DE 22 ANOS VOLTOU A NASCER UM BEBÉ NO HOSPITAL DE TORRES NOVAS


No âmbito da atual pandemia do Covid-19, integrado no Plano de Contingência do Centro Hospitalar do Médio Tejo, a maternidade do Hospital de Abrantes foi transferida na manhã de ontem, 26 de março, para o Hospital Rainha Santa Isabel, em Torres Novas, tendo uma hora depois deste serviço entrar em funcionamento nascido o primeiro bebé.

Ao fim de 22 anos, altura em que esta unidade hospitalar deixou de ter o serviço de Ginecologia/Obstetrícia, nasceu o Dinis com cerca de 3,7 kg, filho de um casal residente na cidade de Torres Novas.

A mãe, que já tem uma filha de 3 anos, a Matilde, estava bastante satisfeito com o nascimento do seu segundo filho. “Vivo cá há dez anos, mas toda a família do pai é torrejana de gema. Estou muito contente por ser o primeiro bebé a nascer aqui, tantos anos depois”, disse Ana Isabel João.

A deslocação de instalações da Maternidade da Unidade Hospitalar de Abrantes para a Unidade Hospitalar de Torres Novas decorrerá apenas enquanto durar o plano de contingência de combate ao Novo Coronavírus, SARS-Cov2, promovendo-se desta forma a salvaguarda das mães e recém-nascidos, e concentrando na Unidade Hospitalar de Abrantes os meios clinicamente mais diferenciados para a primeira linha de assistência aos doentes com Covid-19.

439 visualizações

1/9

1/10

1/4

1/7

1/7

onde comer

1/10

Periodicidade: Diária

5/25/2020

bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias