Periodicidade: Diária

12/3/2022

  • comercioenoticias

AMAC ASSINA CONTRATO PARA A VALORIZAÇÃO DAS PLANTAS DA SERRA DE MONTEJUNTO


Teve recentemente lugar, nas instalações do Centro de Interpretação Ambiental, em Montejunto, a assinatura de um contrato de cooperação entre a Associação de Municípios de Alenquer e Cadaval e o Instituto Politécnico de Castelo Branco para a instalação de uma unidade demonstrativa de plantas aromáticas e medicinais autóctones na Paisagem Protegida da Serra de Montejunto.

Conforme preconiza o acordo, firmado a 10 de setembro, esta cooperação entre a AMAC – Associação de Municípios de Alenquer e Cadaval e o IPCB – Instituto Politécnico de Castelo Branco irá permitir não só a valorização das espécies autóctones aromáticas e medicinais, como também «potenciar a sustentabilidade económica desta área protegida, desenvolvendo condições para a criação de uma marca própria de produtos derivados das plantas instaladas».

O projeto a levar a efeito pelo IPCB orça em cerca de 24 mil euros (acrescidos de IVA), suportados pela AMAC, e pressupõe a afetação de uma equipa técnica com conhecimentos específicos e científicos para o seu desenvolvimento.

Das vertentes do projeto a implementar, destacam-se as caraterizações biológica, geológica e biofísica do local, bem como a elaboração de materiais didáticos, designadamente fichas de procedimentos de transplantação e também fichas de produção, valorização e utilização das plantas a instalar, para além dos conteúdos técnico-científicos e layout de placas de identificação.


PUB.


O projeto inclui ainda a elaboração de um guia de plantas aromáticas e medicinais da Paisagem Protegida da Serra de Montejunto (PPSM), bem como de um plano estratégico, a executar pela AMAC, para a salvaguarda dos recursos envolventes e em conformidade com os objetivos da área protegida.

António Augusto Fernandes, presidente do IPCB, mostrou-se satisfeito pelo acordo firmado e disponibilizou os serviços académicos da sua tutela para cooperar noutros projetos da AMAC.

Paulo Franco, presidente da AMAC, admitiu a possibilidade de mais colaborações no futuro e considerou os projetos desta índole «diferenciadores e fundamentais para a revitalização e valorização do património natural da PPSM».

Em representação do Município do Cadaval, estiveram presentes José Bernardo Nunes, presidente da Câmara, e Dinis Duarte, vereador da Câmara e vice-presidente da AMAC.


PUB.


64 visualizações0 comentário

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/5

press to zoom
Lino Martins - site
Lino Martins - site

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/8

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/7

onde comer

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
telefonesuteis.jpg

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
bannered.png
314012987_493269782858541_8091892627052110800_n.jpg
Gina Morais.png
RIOGRAFICA.jpg