• comercioenoticias

2.ª GALA DA AECRM FOI MARCADA POR PALAVRAS DE INCENTIVO AOS EMPRESÁRIOS RIOMAIORENSES


O Empreendimento Turístico Quinta das Acácias, em Rio Maior, recebeu na noite do passado sábado, 25 de janeiro, a 2.ª Gala da Associação Empresarial do Concelho de Rio Maior (AECRM), presidida por Sérgio Ferreira, para quem este evento “teve por objetivo reunir empresários, entidades públicas, famílias, amigos e cidadãos riomaiorenses, dando-lhes a oportunidade de compartilhar experiências”.

Durante a Gala, apresentada pela locutora da Rádio SIM, Cláudia Fragoso, foram homenageados os empresários riomaiorenses que há 25 anos ou mais têm contribuído com os seus saberes, dinamismo e perseverança ajudando para o desenvolvimento económico, social e humano do concelho de Rio Maior, tendo sido distinguidos com este galardão as empresas AF Neves e Multicercas (Félix & Nogueira).

A primeira intervenção da noite ficou a cargo do Presidente da Assembleia Geral da AECRM, José Ricardo Lopes, que começou por agradecer aos sócios a sua participação nas reuniões, assembleias e grupos de trabalho, “é a participação que nos permite a nós empresários, discutir e deliberar sobre assuntos e desafios de relevo enquanto comunidade que somos. É na participação na vida associativa que congregamos esforços e vontades para a resolução de problemas”, referiu.



José Ricardo Lopes salientou que “enquanto Presidente da Assembleia, procurarei sempre a justa e digna mediação de opiniões e interesses dos sócios, com a equidistância, imparcialidade e verticalidade que me é exigida”.

O Presidente da Assembleia da AECRM frisou ainda que “são as empresas que trazem vida às cidades, trazem massa populacional e trazem economia e poder de compra”, acrescentando que “o crescimento das cidades está assim diretamente ligado ao crescimento do sector empresarial e vice-versa”.

Seguiu-se a intervenção do Presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Filipe Santana Dias, o qual começou por agradecer a presença do deputado João Moura, lembrando que Isaura Morais não pôde estar presente por se encontrar no Congresso Nacional de Freguesias a decorrer em Portimão.

“Costuma dizer-se pequenos e médios empresários, pois muito bem podemos ser pequenos e médios na dimensão, mas eu não conheço outros com tanta garra e capacidade de fazer diferente como os empresários de Rio Maior, por isso para todos vós gostava de pedir uma enorme salva de palmas”, começou por referir o edil riomaiorense que acrescentou: “É graças ao vosso trabalho que a verdadeira riqueza é criada em Rio Maior, se não forem as empresas a criar riqueza seguramente que não é o Estado que o faz”.



Continuando a dirigir as suas palavras para os cerca de 160 empresários presentes neste encontro, Filipe Santana Dias salientou ainda: “São todos vós que todos os dias correis riscos, fazeis novos investimentos e vos esforçais para cumprir com fornecedores e colaboradores, pagais impostos e ainda tendes de arranjar tempo para a vossa família e amigos. Acreditem que é por vós que Rio Maior cresce, e um autarca deve sempre saber reconhecer que o crescimento do seu concelho terá como base o tecido empresarial e deve encontrar soluções para atrair mais empresas e mais empresários para poder apoiar os que já aqui estão e lhe dar condições para se expandirem e para gerarem ainda mais riqueza e mais emprego”.

O Presidente da Câmara referiu ainda que “é neste caminho que o Município de Rio Maior tem feito esforços, em primeiro lugar através de uma excelente relação desenvolvida com a Associação Empresarial e as suas várias direções sendo parceiros na organização de alguns dos maiores eventos do concelho, como são Feira das Tasquinhas e a Feira da Cebola”.

Filipe Santana Dias lembrou também os investimentos que o Município de Rio Maior tem feito na área empresarial: “Criámos o Parque de Negócios de Rio Maior cuja localização privilegiada já nos permitiu atrair alguns investimentos e brevemente teremos notícias de outros que se estão a finalizar. Criámos também o Centro de Negócios e Inovação de Rio Maior que brevemente vai receber obras de requalificação e adaptação para poder continuar a apoiar os seus empreendedores, muitos deles no início das suas carreiras. Criámos incentivos para quem investe em Rio Maior através do Programa RM Investe com mecanismos que criam condições favoráveis à fixação de investimento e ao aumento de empregabilidade, dando a esses projetos benefícios fiscais, isentando-os ou reduzindo as taxas municipais que lhes poderiam ser aplicadas. Criámos também uma via verde para o investimento, para acelerar a tramitação dos processos administrativos, aquilo a que todos nós, todos os dias nos faz perder a cabeça e que se chama burocracia”.

Para Filipe Santana Dias “os municípios não podem ser um entrave ao investimento, têm de ser sim o seu principal vitalizador”. Na sua intervenção o autarca recordou ainda que o município iniciou recentemente visitas às empresas do concelho, queremos fazer levantamentos dos mais diversos tipos de dificuldades que atravessam, e às vezes são coisas tão simples”, referiu.

A finalizar a sua intervenção, Filipe Santana Dias disse aos empresários que “no município de Rio Maior poderão sempre encontrar um parceiro para vos garantir todo o apoio necessário aos vossos investimentos e negócios, pois o vosso crescimento e consolidação significa que o nosso concelho também cresce e se afirma na região, e é esse o papel em última instância de um autarca: Fazer crescer o seu concelho de forma a poder proporcionar a quem nele vive mais e melhor qualidade de vida, mais e melhores equipamentos e vias de comunicação, para que possamos todos nós ter orgulho em afirmar que somos de Rio Maior, um concelho efetivamente com vida”, concluiu.

Seguidamente coube ao Presidente da AECRM dirigir-se aos empresários presentes. Sérgio Ferreira começou por referir que “a AECRM tem como principal função defender os interesses dos seus associados, seja daqueles que estão connosco à uma semana ou à mais de 75 anos”, acrescentando que “olhando para o futuro e com as adversidades a que fomos expostos neste último ano, tomamos a decisão de realizar profunda restruturação para que a AECRM seja mais ainda uma peça fundamental no desenvolvimento social e económico do concelho nos próximos 75 anos”.



Sérgio Ferreira salientou ainda que “a AECRM começou já a traçar um projeto em conjunto com a AERLIS e o IEFP, para reforçar os já existentes com a NERSANT e CNIRM, com a oferta novamente de formações adequadas para manter ou melhorar a qualidade das nossas empresas, com implementação desde o início deste mês”.

O Presidente da AECRM frisou também que “existem áreas económicas que no nosso concelho ainda não estão tao desenvolvidas quanto gostaríamos, como o turismo sénior, por isso a AECRM em pareceria com a VIA VITAE no próximo dia 31 deste mês de janeiro irá apresentar o projeto desenvolvido pela VIA VITAE que irá clarificar a potencialidade do grupo etário sénior na nossa economia local, onde poderá potenciar além dos respetivos marcos turísticos, um outro tipo de visitante alocado a nossa terra”.

A concluir, Sérgio Ferreira disse que “é preciso aproveitar as oportunidades que vão surgindo com objetivo de desenhar o futuro com sustentabilidade. Para se construir um negócio é necessário algo mais que um produto, é necessário prestar atenção a todas as áreas e não só ao produto, caso contrário vamos perder demasiado tempo a corrigir o que não funciona”, salientou, acrescentando ainda que “é aí que a AECRM aparece para ajudar e proteger o associado no que o rodeia, de modo a que este se foque no seu produto e no seu cliente”, concluiu.

No decorrer do jantar a Caixa de Crédito Agrícola e a AECRM ofereceram um donativo à Conferência São Vicente de Paulo, de Rio Maior.

Coube, por fim, ao Deputado da Assembleia da República, João Moura, encerrar a fase dos discursos. O deputado do PSD eleito pelo Círculo de Santarém começou por salientar ser uma grande hora estar naquele encontro de empresários do concelho de Rio Maior, “estou aqui em representação da minha colega riomaiorense Isaura Morais por quem tenho muita estima e consideração. Queria apenas dizer-vos que o grupo de deputados do Distrito de Santarém, principalmente o grupo de deputados do PSD, revê nos empresários do Distrito de Santarém, a grande mola impulsionadora da economia e da atividade do nosso distrito”.



João Moura referiu ainda que “não há sociedade nenhuma que sem uma dinâmica empresarial possa ter sucesso. São as empresas que geram emprego e riqueza, são as empresas que possibilitam aos cidadãos de cada local fazer a sua atividade no dia a dia. Se não houver empresas desenganem-se aqueles que pensam que o território poder ter harmonia e desenvolvimento”.

A finalizar a sua intervenção, o Deputado da Nação frisou: “Tenho acompanhado de uma forma bastante direta o trabalho da AECRM e sei o quanto tem contribuído para o sucesso de Rio Maior”.

Esta 2.ª Gala da AECRM, que teve como parceiro o Centro de Negócios e Inovação de Rio Maior, contou com os patrocínios da Quinta dos Penegrais, Doces da Aldeia, Caixa Agrícola e R.Soares – Automóveis.

A animação deste evento esteve a cargo do fadista riomaiorense José Neves, dos alunos da Academia de Música e Dança de Rio Maior, do acordeonista Tino Costa e da fadista Natália Ferreira.

0 visualização

1/8

1/9

1/7

1/7

1/8

onde comer

1/6

Periodicidade: Diária

7/12/2020

bannered.png

©2020 por Comércio & Notícias