Periodicidade: Diária

9/27/2020

116869943_3455865951099634_3212605164750
mostrarImagem.jpg
coronavirus.jpg

1/10

1/9

1/8

1/8

1/10

onde comer

1/5
bannered.png
  • comercioenoticias

Chegou ao fim a oitava edição do Caldas Nice Jazz. Uma edição para a história por onde passaram nomes maiores da cena jazz actual, como o pianista Brad Mehldau, que actuou com Jeff Ballard na bateria e Larry Grenadier no contrabaixo, apresentado temas do novo trabalho Seymour Reads The Constitution.

Do programa destacou-se ainda a atuação de dois nomes maiores do jazz contemporâneo, o trompetista Dave Douglas e o pianista Uri Caine que passaram pelo palco do CCC no último dia de outubro. Confirmou-se, neste espetáculo, que o grande auditório do CCC tem uma fantástica acústica, permitindo ao duo um concerto acústico, com o som natural do trompete e do piano, sem qualquer micro ou amplificação de som.

Nota também para os espetáculos de Kinga Glyk e Pedro Moreira Sax Ensemble. Kinga Glyk, uma jovem da Polónia, que toca baixo com elegante mestria e que se apresentou em palco, em formato de trio, com um pianista e um baterista. Em 2016 celebrizou-se pelo seu arranjo para o tema "Tears in Heaven", de Eric Clapton.

No dia 1 de novembro foi a vez de Pedro Moreira subir ao palco, acompanhado de 9 músicos, com o seu projeto Sax Ensemble reinterpretando Two Maybe More, originalmente escrito para um bailado, numa encenação de Marco Martins, dançado pelos bailarinos Sofia Dias e Vítor Roriz, no Teatro Maria Matos.

No café Capristanos aturam os portugueses Pumpkin Land's Combo. “Este combo surge na sequência das diversas formações, que ao longo dos últimos anos, têm surgido no concelho Nazaré. Os seus elementos surgem no jazz através da Orquestra do Valado e da Big Band da Nazaré. Apresentam um repertório baseado em standards de jazz, com versões próprias, homenageando artistas como Billie Holiday, Ella Fitzgerald, Nat King Cole, Nina Simone e Natalie Cole, entre outros.”

O trompetista de Manchester, Matthew Halsall, encerrou o programa deste ano, no sábado, dia 2 de novembro, no palco principal do CCC.

Para além destes concertos, o Caldas Nice Jazz contou-se, novamente, por muitas outras iniciativas, oferecendo espetáculos gratuitos na cidade, nos cafés, museus, restaurantes e escolas. O festival também chegou já às escolas do ensino básico das freguesias rurais, com um programa de animação musical de descoberta do jazz.




  • comercioenoticias

Uma jovem com cerca de 20 anos, estudante da Escola Superior de Desporto de Rio Maior, ficou ferida na sequência do despiste do veículo ligeiro de passageiros que conduzia.

O acidente Aconteu pelas 08h26 da manhã desta segunda-feira, 4 de novembro, na Estrada Nacional 114, próximo da empresa Tecnovia, na localidade de Sr.ª da Luz, freguesia e concelho de Rio Maior.

A jovem, residente na Lourinhã, viajava no sentido Caldas da Rainha – Rio Maior, tendo o veículo saído fora da estrada e embatido com violência numa árvore de grande porte, deixando a vítima encarcerada no seu interior.

O socorro foi prestado pelos Bombeiros Voluntários de Rio Maior, que procederam às sempre delicadas manobras de desencarceramento, e por uma equipa médica da VMER do Hospital de Santarém.

Luís Coelho, 2.º Comandante dos Bombeiros Voluntários de Rio Maior, revelou ao Comércio & Notícias que “em princípio” os ferimentos da jovem são considerados ligeiros.

Após assistida no local do acidente, a vítima foi transportada para o Hospital de Santarém com acompanhamento médico.

No local esteve também uma patrulha da GNR de Rio Maior que tomou conta da ocorrência e auxiliou na circulação do trânsito que se procedeu de forma alternada durante mais de hora e meia.




  • comercioenoticias

Neste momento os bombeiros procedem ao seu desencarceramento


O despiste de um veículo ligeiro de passageiros ocorrido às 08h26 desta segunda-feira, 4 de novembro, na Estrada Nacional 114, junto à empresa Tecnovia, na localidade de Sr.ª da Luz, freguesia e concelho de Rio Maior, provocou um ferido grave, o qual está neste momento a ser desencarcerado do interior da viatura pelos bombeiros de Rio Maior.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, para além dos bombeiros riomaiorenses está também envolvida no socorro uma equipa médica da VMER do Hospital de Santarém.

O trânsito está condicionado naquele local. A GNR de Rio Maior está também no local.


Notícia em atualização




©2020 por Comércio & Notícias