Periodicidade: Diária

2/25/2021

coronavirus.jpg

1/8

1/9

1/8
de12ff219134b17bddc3fc8874a073ef.gif

1/6

onde comer

1/5
bannered.png

No âmbito do Plano de Combate à Processionária do Pinheiro, a Câmara Municipal do Cadaval tem levado a cabo diversas ações de monitorização e controlo, colocando armadilhas para capturas das lagartas, em locais de maior risco, como espaços escolares, parques e jardins.

A processionária, ou lagarta-do-pinheiro, é um inseto desfolhador das resinosas. Tem o corpo dividido em pequenos segmentos, cada um dos quais com milhares de pelos urticantes, de coloração alaranjada, que se vão libertando e espalhando pelo ar, à medida que a lagarta se desloca, formando as designadas procissões.

São estes pelos que, em contacto com a pele, mucosas e olhos podem gerar uma reação alérgica grave. As crianças e os canídeos são os principais grupos de risco, pela curiosidade que lhes é intrínseca.

Apesar de tudo, as lagartas de processionária têm, tal como todos os seres vivos, um papel importante, uma vez que são fonte de alimento para inúmeras aves (chapins e poupas), morcegos, entre outros animais.

Sendo os pinheiros uma espécie abundante nos espaços escolares, parques e jardins públicos do Cadaval, é importante conhecer os riscos e saber como atuar perante esta praga, presente no Concelho nesta altura do ano.

Como tal, o controlo da praga está, sobretudo, a acontecer nas escolas e jardins-de-infância, áreas de jogos e recreio ou parques e jardins públicos, com elevada afluência de pessoas.


PUB.


O que fazer, se encontrar lagartas do pinheiro?

Se as lagartas do pinheiro forem encontradas em área florestal (que não seja sua propriedade) mantenha-se afastado. Se as encontrar em espaços públicos de áreas urbanas, afaste-se e entre em contacto com o Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal do Cadaval.

Nas escolas e outros locais onde estejam presentes crianças, impedir, sempre que possível, o seu acesso à zona das árvores atacadas, sobretudo na altura em que as lagartas descem da árvore.

Em caso de aparecimento de sintomas de alergia, contacte de imediato o centro de saúde local.

Se as lagartas forem encontradas na sua propriedade, deve tomar as medidas necessárias e recomendadas para controlar ou eliminar a presença do inseto, evitando a sua dispersão.

Em caso de dúvidas, contacte o Gabinete Técnico Florestal da autarquia cadavalense por email (gtf@cm-cadaval.pt) ou pelo telefone 262 690 100.


PUB.


  • comercioenoticias

Faleceu no Hospital Distrital de Santarém a Sra. D. Beatriz Neves Carvalho, com 87 anos.

Era natural da freguesia de Fráguas, concelho de Rio Maior e residente em Ribeira de Fráguas.

Era viúva do Sr. Manuel Batista.

O funeral realiza-se Quarta-feira, dia 24 de fevereiro de 2021, pelas 16:00 horas.

O corpo ficará em camara ardente na Igreja de Fráguas a partir das 14:00 horas , onde serão celebradas as cerimónias fúnebres, findas as quais irá a sepultar no Cemitério de Fráguas.

As cerimónias fúnebres serão restritas aos familiares mais próximos em virtude da situação criada pelo COVID-19, mantendo o distanciamento social recomendado pela DGS e uso obrigatório de máscara.

Desde já a família fica grata a todos quanto manifestem o seu pesar.

Um Bem-Haja!


PUB.




678 visualizações0 comentário

Militares da GNR do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Caldas da Rainha, no dia 19 de fevereiro, detetaram uma descarga ilegal de efluentes pecuários na localidade de Alfeizerão, no concelho de Alcobaça.

No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares da Guarda detetaram uma descarga de efluentes pecuários proveniente de uma exploração suinícola a escorrer livremente para o solo sem qualquer tipo de mecanismo que assegurasse a sua depuração.


PUB.


Desta ação resultou a elaboração de um auto de contraordenação ambiental, enviado para a Agência Portuguesa do Ambiente de Lisboa e Vale do Tejo - Administração da Região Hidrográfica Lisboa e Vale do Tejo, punível com uma coima que pode ascender aos 144 000 euros.


PUB.


©2021 por Comércio & Notícias