Periodicidade: Diária

3/3/2021

coronavirus.jpg

1/8

1/9

1/7
de12ff219134b17bddc3fc8874a073ef.gif

1/6

onde comer

1/5
bannered.png

O concelho de Rio Maior registou nas últimas 24 horas 8 novos casos do vírus SARS-COV-2, num dia em que mais 10 pessoas recuperaram da infeção, o que faz baixar para 67 o número de casos ativos.

Até à data de hoje, 3 de março, foram reportados no concelho de Rio Maior 2.215 casos de Covid-19, sendo que destes 2.098 estão já recuperados. O número de infeções ativas é agora de 67, havendo a lamentar até ao momento 50 vítimas mortais, 44 delas referente a pessoas idosas, cinco de pessoas na casa dos sessenta anos, e o outro na casa dos cinquenta.

Segundo o Agrupamento dos Centros de Saúde da Lezíria no concelho de Rio Maior encontram-se hoje 60 pessoas em vigilância ativa, menos quatro comparativamente ao dia de ontem.

No Distrito de Santarém o número de novos casos voltou hoje a subir, havendo registo esta quarta-feira de 38 novos casos, 20 na região da Lezíria do Tejo e 18 no Médio Tejo, tendo Rio Maior sido hoje o concelho do Distrito com mais casos (8), seguido do Sardoal com 7, Almeirim com 5, Tomar, Salvaterra de Magos, Alcanena e Santarém com 3, Abrantes com 2, e Coruche, Vila Nova da Barquinha, Entroncamento e Constância com 1.

Os concelhos de Alpiarça, Cartaxo, Chamusca, Golegã, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém e Torres Novas não registaram hoje qualquer caso.


PUB.


Santarém é o concelho da Lezíria do Tejo com mais casos ativos (88), seguindo-se-lhe Rio Maior com (67), Almeirim (36), Salvaterra de Magos (26), Coruche (17), Cartaxo (14), Golegã (7), e Chamusca e Alpiarça (4).

No distrito de Santarém o número de casos de Covid ascende já os 27 mil, sendo que já são menos de mil os que se mantém ativos. Até ao momento há a lamentar 820 óbitos no distrito.

A nível nacional registo hoje para mais 41 vítimas mortais e 979 novos casos. Houve hoje mais 1.934 recuperados.


PUB.


88 visualizações0 comentário
  • comercioenoticias

A Câmara de Santarém aprovou o reforço do Apoio Financeiro Extraordinário dirigido aos Munícipes no montante de 70 mil euros, de forma a mitigar os efeitos económicos e sociais decorrentes da pandemia Covid-19.

Esta medida conta com a parceria da Santa Casa da Misericórdia de Pernes e do Centro Humanitário Santarém/Cartaxo da Cruz Vermelha Portuguesa, com vista à operacionalização do apoio financeiro.

O apoio financeiro agora aprovado, que pode vir a ser reforçado em caso de necessidade, tem como objetivo permitir a aquisição de géneros alimentares e outros bens de primeira necessidade, tais como produtos de higiene pessoal, da habitação e produtos para bebés, o apoio nas despesas de eletricidade e gás, entre outras que se revelem imprescindíveis ao bem-estar dos munícipes. Os apoios são avaliados pelo Município de Santarém e pelas entidades parceiras, em estreita ligação com todos os parceiros do Conselho Local de Ação Social.


PUB.


Os meios financeiros disponibilizados visam reforçar a capacidade de resposta dirigida aos Munícipes em situação de vulnerabilidade social, sendo complementar aos recursos já existentes por via de programas e medidas nacionais e locais.

A presente medida decorre até dia 31 de dezembro de 2021 e tem como beneficiários residentes, em permanência, no Município de Santarém.


PUB.


44 visualizações0 comentário

Está a decorrer, conforme programada, a empreitada de “Beneficiação do Parque da Milhariça, em Aveiras de Cima”, Concelho de Azambuja. Este projeto municipal consiste na criação de uma área de recreio e lazer num terreno com cerca de 12 mil metros quadrados, na margem direita da Ribeira da Milhariça. O local é contíguo ao espaço urbano da vila de Aveiras de Cima, e funcionará como equipamento de reforço da qualidade de vida e elemento agregador das várias gerações da população local.

Na fase mais recente, começou a nascer o edifício para os serviços de apoio aos utilizadores do parque. Entretanto, continua a ser desenvolvido trabalho de definição dos espaços e arruamentos com a colocação de grandes blocos de betão que terão uma dupla função, como taludes às futuras zonas verdes e como bancada para assistir às atividades no futuro campo de jogos. Em simultâneo, vai decorrendo a preparação e compactação dos diferentes pisos, nomeadamente, na área destinada à implantação do recinto polidesportivo.


PUB.


Destaque-se, efetivamente, que o núcleo central deste parque será um campo de jogos polidesportivo descoberto. Em redor do campo, haverá um edifício de apoio, com snack-bar, balneários de serviço ao campo e instalações sanitárias públicas. O referido edifício disponibilizará um espaço de esplanada, por sua vez voltada para duas áreas de equipamentos infantis, uma vocacionada para a faixa etária dos 6 aos 10 anos e outra com equipamentos destinados a crianças entre os 2 e os 6 anos. O projeto contempla, ainda, áreas de estacionamento, um circuito de manutenção com aparelhos para a prática de exercício físico, bem como zonas arborizadas e ajardinadas. A obra contemplará a construção de um passadiço sobre a Ribeira da Milhariça, valorizando este recurso natural ribeirinho, e com os objetivos de ampliar os acessos ao parque e promover a sua plena integração no contexto urbano da Vila de Aveiras de Cima.

Trata-se de um investimento municipal no valor de 944 mil euros, num projeto que vem ao encontro de uma legítima aspiração dos habitantes de Aveiras de Cima e no qual o Município de Azambuja estava empenhado há longa data. A intervenção arrancou no passado mês de outubro e a empreitada tem o prazo de execução previsto de um ano.


PUB.


44 visualizações0 comentário

©2021 por Comércio & Notícias