Periodicidade: Diária

10/29/2020

coronavirus.jpg

1/10

1/9

1/8

onde comer

1/5
bannered.png

Após a conclusão em 2019 do alargamento da rede de abastecimento de água aos lugares de Espinheiro, Moliana e Covão do Frade, possibilitando o serviço a mais 63 domicílios, o Município de Porto de Mós iniciou mais uma fase do alargamento da rede, desta feita, aos lugares de Fontainhas e Pia Carneira, permitindo o acesso à rede de água a mais 52 domicílios.

Esta intervenção, que representa um investimento de cerca de 180 mil euros, insere-se na estratégia de conclusão de abastecimento de água a todo o Concelho de Porto de Mós.


PUB.


Assim que termine esta fase de alargamento da rede, iniciará de imediato o procedimento para executar a última fase de alargamento do abastecimento aos restantes lugares em falta na freguesia de São Bento, concluindo desta forma mais um compromisso estabelecido com os cidadãos, em especial os fregueses de São Bento que há muitos anos não tinham acesso a este bem de primeira necessidade.


PUB.



A Câmara Municipal de Azambuja associa-se, uma vez mais, ao peditório nacional promovido pela Liga Portuguesa Contra o Cancro. A campanha de angariação de fundos daquela instituição decorrerá, neste ano 2020, entre os dias 29 de outubro e 2 de novembro.

A participação direta da autarquia será feita com a colocação de 5 caixas-cofre em diversos serviços de contacto com o público:

- Biblioteca Municipal de Azambuja;

- Centro Cultural Grandella (Biblioteca de Aveiras de Cima);

- Portaria dos Paços do Concelho (edifício principal da Câmara Municipal);

- Unidade de Atendimento ao Público e na Unidade de Intervenção Socioeducativa (UTIS), localizadas no Centro Cultural Páteo Valverde de Azambuja.


PUB.


No dia 31 de outubro, estará uma caixa-cofre no Complexo de Piscinas de Azambuja.

O município irá, ainda, assinalar no dia 31 de outubro, a efeméride do Dia Mundial da Prevenção do Cancro da Mama.


PUB.



A Câmara Municipal de Santarém já disponibilizou, até à presente data, mais de 3.000 máscaras a munícipes de risco e/ou com problemas de saúde graves, em situação de carência económica.

Considerando as consequências decorrentes da pandemia da Covid-19, e conhecedor das dificuldades e adversidades que os munícipes em situação de maior vulnerabilidade social e de saúde vivem, o Município desencadeou uma metodologia de trabalho em rede com as equipas de intervenção no âmbito do acompanhamento social. Como estas equipas têm contacto direto com a população, têm sido as agentes de identificação de instituições e/ou famílias, bem como de entrega de máscaras a quem precisa e não consegue comprar.

Em conformidade, as máscaras comunitárias foram distribuídas pelas duas equipas do Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social (SAAS) - Cruz Vermelha Portuguesa e Santa Casa da Misericórdia de Pernes (SCMS); pelas três equipas de acompanhamento de Rendimento Social de Inserção (RSI) - Centro Social Interparoquial de Santarém (CSIS), Santa Casa da Misericórdia de Santarém (SCMS) e Associação para o Desenvolvimento Social e Comunitário de Santarém (ADSCS); e ainda pelos espaços de acolhimento e refeição de Pessoas em Situação de Sem Abrigo; e por famílias em situação de atendimento/acompanhamento por parte da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ). Pontualmente, são dadas também em situações de atendimento e acompanhamento na Divisão de Ação Social e Saúde (DASS) do Município (ex-Escola Prática de Cavalaria).


PUB.


O Município informa a população em geral que, caso se encontrem em situação enquadrável por esta medida, identifiquem a necessidade de serem apoiados com a oferta de máscaras comunitárias, junto dos técnicos das SAAS, do RSI, da CPCJ ou mesmo da DASS.


PUB.


©2020 por Comércio & Notícias