Periodicidade: Diária

3/7/2021

coronavirus.jpg

1/8

1/9

1/7
de12ff219134b17bddc3fc8874a073ef.gif

1/6

onde comer

1/5
bannered.png

Caldas Story District é o mais recente roteiro de arte urbana que conta as estórias da história das Caldas da Rainha. A iniciativa da autarquia dispõe de oito figuras de animais, de estilo naturalista, inspiradas nas peças de Rafael Bordallo Pinheiro, distribuídas pela cidade e com informações em formato áudio bilingue.

Cada figura tem 4 gravações em português e 3 em inglês, com a duração total de uma hora, que os visitantes podem ouvir através de um botão disponível. O guião inclui histórias pela voz de caldenses e, também, datas e factos que se cruzam com personalidades emblemáticas. Com este sistema, é possível selecionar apenas os temas que lhe despertam interesse, não ouvindo os áudios na totalidade.

A Andorinha faz referência ao Hospital Termal, ao Parque D.Carlos I e à doçaria regional. A vespa, a Rafael Bordallo Pinheiro e o Rato à Rainha D.Leonor. A Cobra, Lagosta, Caranguejo, Caracol e Rã juntam-se ao leque de animais e abordam outros monumentos e personalidades.


PUB.


A Câmara Municipal contou com a colaboração da Associação de Património Histórico, que reuniu informações de mais de 500 anos da história das Caldas da Rainha. Esta rota encontra-se na zona que deu origem à cidade, junto ao Hospital Termal, que é aliás o mais antigo do mundo.

No entanto, tal como a história é dinâmica, também assim será este Caldas Story District, podendo o seu conteúdo ser alterado sempre que se justifique enaltecer algum facto ou personalidade dando novas estórias à história.

Caldas da Rainha é já uma referência no que diz respeito à arte urbana. Esta iniciativa junta-se a outros roteiros já existentes, como os murais nos edifícios da cidade, integrados no Festival Artístico de Linguagem Urbana (FALU), e a Rota Bordaliana, com as suas figuras agigantadas de Bordallo Pinheiro.


PUB.


33 visualizações0 comentário

O concelho de Rio Maior tem novos leitores de paisagem que identificam monumentos históricos, edifícios e outros pontos de interesse turístico a visitar e conhecer melhor, criando uma nova rota, que percorre quase todo o concelho.

São 21 descritores de paisagem distribuídos pelo concelho, como é exemplo o colocado junto à Torre Mourisca de S. João da Ribeira, que contou ontem com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Filipe Santana Dias, e do vereador do Turismo, Miguel Santos, que, acompanhados pelo presidente de Junta local, Leandro Jorge, acompanharam a implementação do projeto no terreno.


PUB.


Estes leitores, que fornecem informações históricas e que permitem o redireccionamento por QR Code para informações mais detalhadas no site do turismoriomaior.pt, visam contribuir para uma melhor informação turística mais acessível e inclusiva para quem visite o concelho de Rio Maior, esperando de dela possam usufruir num futuro breve, quando todos pudermos voltar a circular em segurança.


PUB.


193 visualizações0 comentário

Militares da GNR do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Caldas da Rainha, anteontem, dia 4 de março, detetaram e libertaram quatro melros pretos que se encontravam presos em cativeiro, na localidade de Atouguia da Baleia, no concelho de Peniche.

No decorrer de uma ação de patrulhamento, os elementos do NPA detetaram junto ao logradouro de uma habitação um viveiro com quatro melros pretos, Turdus merula, sendo considerada uma espécie cinegética. Por os animais se encontrarem em bom estado de saúde e sem ferimentos, foram libertados e restituídos ao seu habitat natural.


PUB.


Foi elaborado um auto de contraordenação por detenção de espécimes cinegéticos em cativeiro, enviado para o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), punível com uma coima no valor máximo de 6 487 euros.


PUB.


78 visualizações0 comentário

©2021 por Comércio & Notícias