Periodicidade: Diária

4/20/2021

empresa_01.jpg
coronavirus.jpg

1/9

1/9

1/5

1/8

onde comer

bannered.png

1/10

O Município de Azambuja anuncia, para o mês de maio que se avizinha, reviver o habitual “Mês da Cultura Tauromáquica em Azambuja”, desta feita em formato online. Esta edição decorrerá de 1 a 26 de maio e culminará, como tem sido tradição nos últimos anos, com a realização da Bicentenária Feira de Maio.

Devido às circunstâncias em que vivemos, provocadas pela Covid-19, o município adotou uma nova estratégia, recorrendo às redes sociais, para marcar a edição 2021 do Mês da Cultura Tauromáquica em Azambuja evidenciando o significado cultural que ele neste concelho.

Será um mês repleto de atividades ligadas à tauromaquia, com variados colóquios, exposições, espetáculos, visitas a tertúlias e um momento de literatura ligada à temática. Este conjunto de conteúdos estará acessível a todo o público com a respetiva transmissão no Facebook da Feira de Maio de Azambuja.


PUB.


À semelhança do ano anterior, a Câmara Municipal de Azambuja lança um desafio à população, intitulado #MAIOÀJANELA. O desafio consiste em decorar as janelas, varandas e montras com vários adereços, de forma a engalanar a nossa vila e manter a tradição que se assinala anualmente no mês de maio. Todos os participantes deverão publicar uma fotografia no seu perfil de Facebook ou enviar para o Facebook da Feira de Maio de Azambuja e utilizar a hashtag #MAIOÀJANELA. Todas as participações serão partilhadas na página de Facebook da Feira de Maio de Azambuja.

Propõe-se, assim, reviver o mês mais simbólico para esta terra, com iniciativas dedicadas às diferentes áreas da tauromaquia e das tradições culturais que fazem parte da herança dos azambujenses. Não esquecer, todos os eventos do Mês da Cultura Tauromáquica em Azambuja poderão ser acompanhados no Facebook Feira de Maio de Azambuja.


PUB.


7 visualizações0 comentário

Uma colisão envolvendo dois pesados de mercadorias, ocorrida às 08h04 da manhã desta terça-feira, 20 de abril, ao Km 82 da Autoestrada 1 (A1), na freguesia de Moitas Venda, no concelho de Alcanena, levou ao corte parcial daquela via no sentido Norte – Sul.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, este acidente provocou dois feridos, os condutores dos respetivos veículos, sendo que um deles foi considerado ligeiro e o outro está ainda a ser assistido e avaliado pela equipa médica da VMER.


PUB.


A mesma fonte revelou ainda que o trânsito naquele local está a proceder-se apenas por uma das faixas, encontrando-se a circulação bastante condicionada.

Envolvidos no socorro estão os Bombeiros de Alcanena, Pernes e Torres Novas, bem como a equipa médica da VMER e a GNR.

No local estão também representantes da BRISA, concessionária desta autoestrada.


PUB.


369 visualizações0 comentário

O concelho de Rio Maior não registou hoje novos caso do vírus SARS-COV-2, num dia em há registo de mais 4 recuperações, fazendo descer para 23 o número de pessoas com a infeção ativa no concelho.

Até à data de hoje, 19 de abril, foram reportados no concelho de Rio Maior 2.402 casos de Covid-19, sendo que destes 2.328 estão já recuperados. O número de infeções ativas é agora de 23, havendo a lamentar até ao momento 51 vítimas mortais, 45 delas referente a pessoas idosas, cinco de pessoas na casa dos sessenta anos, e o outro na casa dos cinquenta.

Segundo o Agrupamento dos Centros de Saúde da Lezíria no concelho de Rio Maior encontram-se hoje 122 pessoas em vigilância ativa, menos 17 comparativamente ao dia de ontem.

O Distrito de Santarém registou hoje 18 novos caso de Covid-19, 17 na região da Lezíria do Tejo, tendo o concelho de Coruche reportado hoje 15 novos casos, números que colocam aquele concelho numa situação delicada, e um no Médio Tejo, no concelho de Abrantes. Saliente-se ainda que o único óbito reportado hoje em Portugal é referente a uma pessoa residente no concelho de Coruche. Os outros 2 casos registados hoje no distrito ocorreram nos concelhos de Almeirim e Chamusca.


PUB.


Abrantes é o concelho do Distrito de Santarém com mais casos ativos (45), seguindo-se-lhe Coruche (36), Almeirim (27), e Rio Maior e Tomar (23). Constância, Ferreira do Zêzere e Sardoal não têm já qualquer caso ativo.

Existe agora um total de 239 casos ativos no Distrito de Santarém, 122 na Lezíria do Tejo e 117 no Médio Tejo.

O concelho de Santarém é o que tem o número total de casos mais elevado do distrito (4.407), seguindo-se Ourém com 3.010, Tomar 2.497, Rio Maior 2.402 e Torres Novas com 1.988. No lado inverso encontram-se os concelhos de Constância com 164 casos, Sardoal 180 e Golegã 267.

No distrito de Santarém o número de casos de Covid ascende já os 27.800. Até ao momento há a lamentar 850 óbitos no distrito.

A nível nacional há hoje registo de uma vítima mortal e 220 novos casos. Houve hoje mais 547 recuperados.


PUB.


602 visualizações0 comentário

©2021 por Comércio & Notícias